UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/12/2009 - 18h55

Bolsa quebra sequência de cinco perdas e tem maior alta em 43 dias; dólar cai


Da Redação, em São Paulo

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou esta terça-feira com alta de 2,26%, aos 67.417,93 pontos, invertendo uma sequência de cinco perdas consecutivas. A alta da Bolsa é a maior variação positiva registrada desde o dia 9 de novembro, quando o crescimento foi de 2,71%.

O mês de dezembro acumula alta de 0,6% e o ano tem ganhos de 79,5% até agora. Veja as cotações das ações e fechamentos anteriores da Bolsa.

A cotação do dólar comercial encerrou o dia com queda de 0,11%, a R$ 1,782 na venda, depois de oscilar durante boa parte do dia. No mês, a moeda tem ganho acumulado de 1,48%. No ano, ainda tem queda de 23,62%.

 

Confira também as cotações anteriores do dólar e de outras moedas em novo gráfico interativo.

Os EUA revisaram para 2,2% a expansão do PIB no terceiro trimestre de 2009. O crescimento, embora tenha sido menor que o esperado, é o primeiro registrado depois de quatro meses de contração consecutivo segundo dados do Departamento de Comércio do país. A previsão dos analistas era de que o PIB teria crescimento de 2,7%.

O Congresso Nacional deve votar hoje o orçamento para o ano de 2010. No texto do orçamento está previso o salário mínimo de R$ 510. Segundo o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, o governo tem fôlego para sustentar o aumento no piso dos trabalhadores.

No dia anterior, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou claro para os empresários do setor exportador brasileiro que a carga tributária no país continuará alta em nome do bem-estar social do povo brasileiro. Apesar disso, algumas das desonerações promovidas pelo governo nos últimos meses, principalmente direcionadas aos investimentos, podem se tornar permanentes.

(Com informações de Agência Brasil, EFE, Reuters e Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host