UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/04/2010 - 17h31

Dólar sobe após 5 quedas; Bovespa cai e quase zera ganhos no mês

Da Redação, em São Paulo

A cotação do dólar comercial fechou esta quinta-feira em alta de 0,17%, a R$ 1,752  na venda,  interrompendo uma sequência de cinco dias de baixa. No mês, a moeda acumula perda de 1,63%. No ano, porém, o ganho ainda é de 0,52%.

Em direção oposta, a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) caiu 0,72%, aos 70.524,35 pontos. No mês, o Ibovespa (principal índice da Bolsa paulista) esta quase zerando os ganhos, com uma alta de apenas 0,22%. No ano, acumula ganho de menos de 3%. 

 

O dólar operou em queda durante boa parte do dia. Para limitar a desvalorização, o Banco Central intensificou a atuação no mercado de câmbio e realizou dois leilões de compra de dólares no mesmo dia pela primeira vez em quase três anos.

Na Bovespa, o setor de siderurgia pressionou, após os fortes ganhos da semana passada, impedindo que o índice tivesse um bom desempenho em meio a dados globais positivos da economia e do setor corporativo.
 
Segundo profissionais do mercado, no conjunto, o noticiário econômico e corporativo deu combustível para mais ascensão das ações. No plano externo, o PIB (Produto Interno Bruto) da China cresceu 11,9% no primeiro trimestre deste ano. O valor ficou bem acima da expansão de 6% verificada em igual período de 2009. De acordo com economistas, este resultado pode levar a uma valorização da moeda do país, o yuan.

Mas o clima positivo  também foi amortecido em parte por renovadas preocupações com a crise fiscal da Grécia e suas possíveis implicações sobre a zona do euro.

 "O noticiário é positivo, mas o mercado também está preocupado com esse negócio de que o forte crescimento da China e aumento dos preços das commodities resultem em medidas para conter a atividade econômica", disse André Querne, sócio da Rio Gestão de Recursos.

(Com informações de BBC Brasil e Reuters)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host