UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/05/2010 - 17h40

Bolsa fecha em alta de 1,24%; dólar cai a R$ 1,773

Da Redação, em São Paulo

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) fechou em alta de 1,24%, aos 65.223,63 pontos, nesta quarta-feira. Na semana, o Ibovespa (o principal indicador da bolsa paulista) registra valorização de 3,74%. No ano, entretanto, acumula perda de 4,91%.

O dólar comercial fechou em queda de 0,56%, cotado a R$ 1,773 na venda. Na semana, a moeda norte-americana já acumula perda de 4,21%.

O Banco Central (BC) voltou a comprar dólar em leilão no mercado à vista. De acordo com comunicado do Departamento de Operações de Reservas Internacionais (Depin), a operação teve início às 12h05 e terminou às 12h15. A taxa aceita ficou em R$ 1,771.

A ação da BM&FBovespa foi a melhor do Ibovespa, após a empresa ter divulgado na noite de terça-feira aumento de 24,5% no lucro do primeiro trimestre.

O desempenho do índice só não foi melhor devido à queda do petróleo, que limitou os ganhos de ações de empresas ligadas ao setor, após a divulgação de que os estoques do produto nos Estados Unidos cresceram mais do que as expectativas na semana passada.

Na Europa, a agência Eurostat apontou que o Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro avançou 0,2% no primeiro trimestre, em relação aos três meses anteriores. Na União Europeia, as economias da região também tiveram crescimento de 0,2% no período.

As Bolsas de valores europeais fecharam em alta, em meio a fortes resultados de grandes empresas do setor financeiro, como Allianz e ING Groep, e ao anúncio de um plano fiscal na Espanha para cortar gastos públicos.

O nervosismo do mercado com os problemas fiscais na zona do euro diminuiu após o primeiro-ministro da Espanha, José Luis Rodriguez Zapatero, anunciar cortes nos salários de funcionários públicos.

Em relação ao primeiro trimestre do ano passado, com ajuste sazonal, o PIB teve expansão de 0,5% na área da moeda comum e de 0,3% no bloco europeu entre janeiro e março de 2010.

Já a economia grega caiu 2,3% no primeiro trimestre de 2010, em relação ao mesmo período de 2009. Perante o quarto trimestre de 2009, o PIB do país diminuiu 0,8% entre janeiro e março deste exercício.

(Com informações da Reuters e Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host