UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

31/05/2010 - 16h42

Bolsa perde 7% em maio, maior baixa mensal desde 2008; dólar sobe 5%

Da Redação, em São Paulo

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) fechou esta segunda-feira em alta de 1,77%, aos 63.046,51 pontos. Apesar do resultado positivo no dia, o Ibovespa (principal índice da Bolsa paulista) termina maio com queda de 6,64%. Foi a maior baixa mensal desde outubro de 2008, no auge da crise provocada pelo colapso do banco Lehman Brothers, quando o prejuízo foi de 24,8%. No ano, a perda acumulada é de 8,08%.

O dólar comercial encerrou a sessão desta segunda em alta. A moeda norte-americana subiu 0,61%, cotada a R$ 1,821 na venda. Só neste mês, a moeda valorizou-se em 4,78%. No ano, o ganho é de 4,48%. 

Hoje, os negócios com o dólar tiveram volume reduzido por conta do feriado do Memorial Day nos Estados Unidos. Os mercados norte-americanos permaneceram fechados.

SAIBA POR QUE O DÓLAR VARIA TANTO

Pela primeira vez após 18 semanas de altas, os economistas brasileiros mantiveram inalterada em 5,67% a estimativa para a inflação oficial em 2010. Já o desempenho da economia brasileira neste ano deve ser um pouco melhor do que o previsto anteriormente. A pesquisa do Banco Central mostrou que o Produto Interno Bruto (PIB) deve ter expansão de 6,47% neste calendário, em vez de 6,46%. Em 2011, o crescimento é de 4,5%, sem mudanças há 25 semanas.

O PIB (Produto Interno Bruto) dos países da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) avançou 0,7% no primeiro trimestre, ante os últimos três meses do ano passado. A entidade, que representa os mercados desenvolvidos, informou hoje que este foi o quarto trimestre consecutivo de expansão econômica nos países que a compõem.

Na Índia, a economia expandiu-se 8,6% no primeiro trimestre deste ano e avançou 7,4% nos doze meses terminados em março. Para o ano fiscal atual, o ministro das Finanças do país, Pranab Mukherjee, acredita na continuidade do ímpeto de crescimento e espera um avanço de 8,5% para o PIB do país.

(Com informações da Reuters)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host