UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/06/2010 - 17h29

Bolsa sobe mais de 1% e volta aos 64 mil pontos após um mês

Da Redação, em São Paulo

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) fechou em alta nesta terça-feira. O Ibovespa (principal índice da Bolsa paulista) subiu 1,43%, aos 64.442,27 pontos. Fazia mais de um mês que a Bolsa não fechava na casa dos 64 mil pontos. A última vez  havia sido em 13 de maio, quando os negócios se encerraram com 64.788,22 pontos. No mês, o ganho passa de 2%, mas, no ano, a perda acumulada é de mais de 6%.

A cotação do dólar comercial fechou o dia em baixa de 0,78%, a R$ 1,793 na venda. É a primeira vez desde 13 de maio que o dólar fecha abaixo de R$ 1,80. No entanto, no ano, a moeda norte-americana ainda acumula alta de 2,87%.

A sessão do câmbio foi encurtada por causa da estreia do Brasil na Copa do Mundo. Com as atenções no país voltadas ao futebol, o impulso para a queda do dólar veio do exterior.

A Bovespa, porém, não interrompeu os negócios. O pregão funcionou normalmente, sem interrupção, das 10h às 17h, com after market das 17h30 às 19h.

Nesta terça-feira, foi divulgado que o emprego na zona do euro se estabilizou nos primeiros três meses do ano após quedas nos trimestres anteriores, em sinal de que a recuperação econômica pôde finalmente ter efeito sobre o mercado de trabalho europeu.

Na Ásia, o rebaixamento da nota de crédito da Grécia teve baixo impacto no mercado acionário, com a maioria das Bolsas encerrando o dia em leve alta.

No Brasil, a perspectiva de inadimplência do consumidor registrou alta de 1% em abril, a sétima elevação consecutiva, segundo o indicador da Serasa Experian.

(Com informações de Reuters e Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host