UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/07/2010 - 17h51 / Atualizada 16/07/2010 - 18h15

Bovespa cai 1,81% e tem maior perda no mês; dólar vai a R$ 1,78

Da Redação, em São Paulo

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) fechou o pregão desta sexta-feira com perdas de 1,81%, aos 62.339,27 pontos, a maior queda do mês de julho.

Na semana, o Ibovespa (principal indicador da Bolsa paulista) acumulou perdas de 1,79%. No ano, a queda é de 9,11%.

A cotação do dólar comercial acumulou alta de 1,08% nesta semana, a R$ 1,78 na venda. No dia, a moeda norte-americana teve alta de 0,45%, atingindo seu maior valor em 10 dias.

A ação que mais subiu dentro do Ibovespa foi da produtora de cigarros Souza Cruz (CRUZ3), com alta de 0,84%, a R$ 72. O papel é associado a um comportamento mais defensivo por parte dos investidores, por ter uma demanda menos vulnerável a momentos de crise.

Na baixa, quem mais caiu foi a produtora de carnes JBS (JBSS3) com perda de 5,1%, a R$ 8,00. As ações da Gol (GOLL4) também caíram 5 por cento, para 22,89 reais, após terem subido com força desde o início do mês.

Em termos de volume, a mineradora Vale (VALE5) dominou o pregão, com queda de 1,08% de suas ações preferenciais, para R$ 37,52. Petrobras PN (PETR4) ficou em segundo, com baixa de 1%, para R$ 26,84.

Fora do índice, a administradora de shoppings BR Malls (BRML3) caiu 0,83%, a R$ 23,90. A empresa subiu quase 6% na véspera, após a Equity International, do bilionário norte-americano Sam Zell, vender 18,2 milhões de ações da empresa em leilão na Bolsa.

(Com informações da Reuters)

 

Hospedagem: UOL Host