UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/07/2010 - 17h00 / Atualizada 16/07/2010 - 17h59

Dólar sobe 1% na semana e vai a R$ 1,78

Da Redação, em São Paulo

A cotação do dólar comercial acumulou alta de 1,08% nesta semana, a R$ 1,78 na venda. Nesta sexta-feira, a moeda norte-americana teve alta de 0,45%, atingindo seu maior valor em 10 dias.

No mês, o dólar ainda tem queda de 1,33%. No ano, porém, tem ganho de 2,12%.  

O Banco Central (BC) manteve as atuações diárias no câmbio e voltou a comprar moeda americana em leilão no mercado à vista. A taxa aceita ficou em R$ 1,784

A alta do dólar nesta sexta-feira seguiu a forte queda das Bolsas de Valores globais após a surpresa negativa com a confiança do consumidor e outros indicadores nos Estados Unidos.

A confiança do consumidor surpreendeu nos EUA e caiu para o menor nível em 11 meses. Além disso, empresas como o Citigroup tiveram receita abaixo do esperado no segundo trimestre e os preços no varejo do país recuaram pelo terceiro mês seguido.

Para o economista-chefe de uma corretora em São Paulo, que preferiu não ser citado, a perspectiva de desaceleração da economia global, que começa a preocupar investidores, pode pressionar para cima o dólar no Brasil em um ambiente de expressivas posições vendidas de bancos e investidores estrangeiros.

"Todo mundo vende, vende, vende, e o Banco Central compra. Se alguém um dia quiser de volta, o dólar não existe, está todo com o BC. Há uma escassez de pronto (dólar à vista)."

De acordo com dados do próprio BC, os bancos exibiam mais de US$ 9 bilhões em posições vendidas no fim de junho.

Nos mercados futuro e de cupom cambial, os investidores estrangeiros interromperam na quinta-feira a ampliação das apostas na valorização do real e mantiveram as vendas líquidas na casa de US$ 6,3 bilhões -ainda, no entanto, no maior patamar desde julho de 2008.

(Com informações da Reuters)

Hospedagem: UOL Host