UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/08/2010 - 19h47

Ações da TAM disparam 42%, um dia após fusão com a LAN

Da Redação, em São Paulo

Um dos destaques desta segunda-feira na Bovespa foram as ações ordinárias da TAM (TAMM3), que tiveram valorização de 41,89%, negociadas a R$ 44. As ações ordinárias dão direito a voto. As ações preferenciais (TAMM4) foram no sentido inverso e caíram 0,5%, a R$ 36,02. As preferenciais recebem os dividendos em primeiro lugar.

Na última sexta-feira, a empresa anunciou um acordo com a empresa chilena LAN, após o fim do pregão.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) está analisando a oscilação dos preços das ações da TAM nos momentos que precederam o anúncio do acordo com a chilena LAN.

A presidente da autarquia, Maria Helena Santana, disse se tratar de um procedimento padrão. "Toda oscilação que precede a divulgação de uma informação relevante é sempre seguida de uma análise da CVM", afirmou.

Na sexta-feira (13), dia do anúncio do acordo de fusão da TAM com a Lan Chile, os papéis da TAM tiveram grandes variações.

As ações preferenciais, que recebem os dividendos em primeiro lugar, subiram 27,64% e tiveram a maior alta do dia no Ibovespa (principal índice da Bolsa paulista).

As ações ordinárias da TAM, que dão direito a voto e não estão no Ibovespa, mas participam da Bolsa, subiram 18,99%.

A CVM vai pedir à companhia aérea informações sobre os envolvidos nas negociações e também solicitará à Bovespa dados sobre os investidores que operaram o papel.

No entanto, é provável que nenhum resultado da investigação saia neste ano. "Geralmente, não divulgamos no mesmo ano. Fazer a investigação rápido demais não é saudável porque podemos ser levados pelo clamor público", disse Santana.

Sobre recentes casos de vazamento de informação de negociações, a presidente da CVM não acredita ser necessário mudar regras, apenas atuar de forma mais eficiente na apuração dos fatos.

"Com as investigações, mandamos a mensagem de que não compensa negociar com informação privilegiada. A CVM tem se mostrado mais eficiente, mais efetiva na apuração dos fatos."
Acordo

Na sexta-feira, a TAM, maior companhia aérea do Brasil, anunciou que assinou memorando de entendimentos para se unir à LAN, dando origem à Latam Airlines.

Segundo a TAM, o grupo formado oferecerá serviços de transporte aéreo de passageiros para mais de 115 destinos em 23 países, além de transporte aéreo de carga. A empresa combinada terá 40 mil funcionários.

Pelos termos da operação proposta, os atuais acionistas da TAM receberão, no final do processo, 0,9 ação da LAN por cada uma que detém da TAM. A empresa brasileira deixará de ser listada nas Bolsas de Valores de São Paulo e Nova York.

Hospedagem: UOL Host