UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/08/2010 - 17h40 / Atualizada 19/08/2010 - 18h23

Em apenas 2 dias, ações da Petrobras perdem mais de 6%

Da Redação, em São Paulo

Em apenas dois dias, as ações ordinárias da Petrobras (PETR3), que dão direito a voto, perderam 6,04% do seu valor. Na terça-feira, os papéis valiam R$ 32,31. Terminaram esta quinta-feira sendo negociadas a R$ 30,36.

Só nesta quinta, a queda foi de 3,65%, a terceira maior baixa do dia no Ibovespa (principal indicador da Bolsa paulista).

No dia anterior, as ações também tiveram a terceira pior queda do Ibovespa, caindo 2,48%.

As ações preferenciais (PETR4), que possuem preferência na hora de receber dividendos, mas não têm voto, também tiveram queda forte nesta quinta e perderam 3,25%, negociadas a R$ 26,78. Na quarta-feira, tinham caído 2,19%. Nos dois dias, a perda acumulada foi de 5,37%.

No dia 23, será definido o preço final do barril de petróleo extraído do pré-sal, que será utilizado no processo de cessão onerosa à Petrobras no processo de capitalização da estatal.

Reportagem publicada nesta quinta-feira pelo jornal “Valor” mostra que a capitalização da estatal corre o risco de ficar para 2011.

A reunião de quarta-feira (18) do presidente da empresa, José Sérgio Gabrielli, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e das Minas e Energia, Márcio Zimmermann, não foi decisiva.

Novas reuniões ocorrerão, mas, para a estatal, o prazo limite continua sendo 30 de setembro por razões políticas e operacionais. Já o ministério da Fazenda advoga um tempo mais elástico.

(Com informações do Valor)

Hospedagem: UOL Host