Bolsas

Câmbio

Saiba como funciona e aprenda a calcular o 13º salário

Anne Dias

Você pode pedir para receber a primeira parcela do 13º salário antecipadamente, junto com suas férias (mas somente se a folga for entre fevereiro e novembro). Ou pode receber em duas vezes: metade até o dia 30 de novembro e a outra metade até o dia 20 de dezembro. E o empregador pode ainda pagar tudo de uma vez até o dia 30 de novembro.

"O ideal é receber em duas vezes, porque aí o trabalhador não fica sem dinheiro no final do ano", diz a advogada Andreia Antonacci, gerente de RH da Cenofisco.

Mas atenção: é na segunda parcela em que são descontados o INSS (que pode ser de 8%, 9% ou 11%) e o Imposto de Renda (que varia de 7,5% a 27,5%).

Outro detalhe importante é para quem paga pensão alimentícia. Essa pessoa também terá de pagar a 13ª parcela da pensão. "Se ela preferir pagar na segunda parcela, terá de descontar os impostos. Neste caso, o trabalhador pode ficar sem nada a receber", diz a advogada.

E se você tem uma dívida, o banco pode pegar o valor do 13º para quitar o que deve? "Se o dinheiro cair em uma conta-salário, não. Agora, se for conta corrente, sim", afirma Antonacci.

Como calcular

Para saber quanto você vai receber, a advogada ensina a fazer uma conta simples. Digamos que você trabalhou oito meses neste ano. Divida seu salário por 12 e multiplique por oito (que são os meses trabalhados).

"Quem teve um aumento no meio do caminho deve fazer a conta sobre o último salário", diz a advogada.

No caso dos demitidos, o proporcional do 13º foi pago na rescisão do contrato.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos