Bolsas

Câmbio

Dá para comprar imóvel no meio dessa crise? Veja 10 dicas de especialistas

Sophia Camargo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • Shutterstock

Não está nada fácil comprar imóvel. O crédito para financiamento recuou 33% em 2015, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), e a previsão é que caia ainda mais 20% em 2016.

Para o economista Luiz Calado, autor do livro "Imóveis – seu guia para fazer da compra e venda um grande negócio", esse não é mesmo um bom momento para comprar.

Segundo ele, com a instabilidade econômica elevada, o risco de desemprego aumenta e não é aconselhável se endividar a longo prazo.

O preço dos imóveis também deve continuar caindo, o que significa que quem comprar agora pode pagar mais caro do que quem esperar um pouco mais. "É melhor continuar no aluguel e guardar dinheiro para uma futura compra."

Veja, a seguir, dicas dos especialistas Daniel Nakamura, gerente regional de aluguéis da Auxiliadora Predial; Flavio Figueiredo, diretor da Figueiredo & Associados e conselheiro do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (Ibape); e Marcelo Prata, presidente do Canal do Crédito.

10 dicas para planejar a compra do imóvel

1) Dê a maior entrada
Getty Images

Junte dinheiro para dar a maior entrada possível. O ideal é acima de 50% de entrada. Quanto menor o prazo de financiamento, menores os juros e menor o risco de inadimplência

2) Cuidado com a dívida
iStock

Nunca comprometa mais do que 30% da renda com a prestação do financiamento

3) Só compre com certeza
iStock

Se há perspectiva de se mudar ou aumentar a família, é melhor alugar. Figueiredo afirma que o processo da compra e da venda de um imóvel tem um custo de 10% do valor do imóvel só com pagamento de corretagem e impostos

4) Quem tem dinheiro tem desconto
iStock

Prata afirma que quem pode pagar à vista obtém descontos de até 20%, em média. Nakamura diz que a visita a saldões de construtoras pode render descontos ainda maiores, de mais de 40%, pois muita gente devolveu o imóvel porque não obteve financiamento ou porque percebeu que comprou muito mais caro do que o imóvel vale agora

5) Aluguel estratégico
Getty Images

Alugar um imóvel barato para morar pode ser uma boa estratégia para conseguir juntar dinheiro para a compra da casa própria

6) Não compre o imóvel dos sonhos
Divulgação

Não se frustre tentando comprar primeiro o imóvel dos sonhos, afirma Marcelo Prata. Se esse objetivo parece inalcançável num primeiro momento, comece juntando dinheiro para comprar um imóvel de menor valor. É mais fácil formar o patrimônio com passos pequenos de cada vez

7) Faça o orçamento
Arte/UOL

Comprar uma casa envolve sacrifícios como deixar de sair todo fim de semana, fazer a viagem mais cara ou trocar o carro todo ano. É preciso economizar todo o dinheiro possível

8) Avalie seu crédito
Thinkstock

Antes de se comprometer com uma compra, peça ao seu gerente uma avaliação de quanto crédito você poderá obter. Não confie apenas nos simuladores disponíveis nos sites dos bancos, pois a concessão de crédito depende da avaliação de sua real situação financeira

9) Aplique na renda fixa
Alan Marques/Folhapress

Para guardar dinheiro para a compra da casa própria, a recomendação é investir em renda fixa e em uma aplicação com o menor risco possível, tais como títulos pós-fixados indexados à taxa Selic do Tesouro Direto

10) Confira a documentação
Rafael Hupsel/Folhapress

Verifique toda a documentação do imóvel e do vendedor antes de comprar, para não perder dinheiro. Quando comprar imóvel na planta, verifique a situação da construtora

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos