UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/03/2010 - 20h23

Simulador de Bolsa negocia políticos como se fossem ações

Anne Dias

Quanto você investiria em José Serra, Dilma Roussef, Heloísa Helena e Paulo Skaf? A pergunta parece meio maluca, mas tem sentido.

Pelo menos é a aposta da corretora Souza Barros, que acredita que você investiria neles, sim. Tanto que criou a Bolsa de Valores Políticos (Bovap), uma mistura de simulador de Bolsa com política. Toda operação é feita via internet.

“A ideia é negociar pedaços de políticos, como fazemos com empresas. Queremos que um investidor que nunca entrou na Bolsa aprenda como ela funciona a partir da política”, diz Carlos Souza Barros, presidente da corretora.

Nesta semana, a Bovap lançou os papéis (IPO) referentes a Dilma e a Ciro Gomes. Ele saiu mais valorizado: 16,85 UVPs (unidade de valor político, a moeda que circula neste simulador), contra 15 UVPs dela.

Mas logo no dia da abertura, Dilma subiu para 83,47 UVPs e Ciro foi para 75 UVPs.

Na sexta-feira (19), os políticos mais valorizados foram: Paulinho da Força (cuja cotação subiu 157,29%), Celso Russomano (47,78%) e Ivan Valente (53,54%). Já Dilma Roussef caiu 9,43%. Ciro também caiu: 12,66%. E as ações de Paulo Maluf caíram 16,48% (justamente no dia em que foi revelado que o nome do político estava na lista de procurados pela agência internacional Interpol). As ações de José Serra ainda não haviam sido lançadas.

Cotação

O valor de cada político no IPI é dado de uma maneira bem simples. A corretora vai para as ruas de São Paulo e pede para que as pessoas deem notas para cada candidato às eleições deste ano sobre três quesitos: ética, realizações e histórico político. O total é dividido por 3.

O período de reserva das ações é comunicado pelo Facebook.

Os analistas da Souza Barros estudam cada candidato do ponto de vista técnico, vendo os volumes vendidos ou comprados, e fundamentalista, observando o que sai sobre eles na imprensa, por exemplo.

Participar do Bovap é bem simples. Basta se cadastrar pela internet e o investidor recebe 50.000 UVPs para começar a aplicar. É preciso preencher uma ficha cadastral com dados pessoais –o que vale ouro para as empresas.

Segundo Souza Barros, a corretora deve lançar ações de candidatos de Bahia, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Hospedagem: UOL Host