Receita faz operação em Brasília para combater fraude no IR

SÃO PAULO – A Receita Federal, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal executaram nesta quarta-feira (11) uma operação em Brasília para combater fraudes nas declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física.

De acordo com a Receita, foram cumpridos mandados de busca e apreensão com a participação de servidores da Receita Federal e policiais federais. A operação, batizada de Marcação Cerrada, decorre de investigação que começou há um ano, quando foi iniciado o monitoramento de mais de 1.500 contribuintes que enviaram declarações suspeitas de conter dados para gerar ilicitamente elevados valores de restituição, como o uso de despesas fictícias com pensão alimentícia, saúde e educação, por exemplo.

Além disso, segundo as investigações, a Receita detectou o emprego de vários artifícios para evitar a retenção das declarações na malha fina. Estes artifícios (despesas inexistentes, por exemplo) identificados serão utilizados para selecionar outras declarações com os mesmos indícios de fraude, incluindo as que estão sendo entregues em 2012.

Contribuintes
A Receita Federal intimará os contribuintes identificados para que comprovem as informações constantes das declarações com indícios de fraude.

Se as informações não forem confirmadas, além do imposto devido, poderá ser cobrada multa de até 150% do valor sonegado, mais cobrança do imposto e multa. Esses contribuintes estarão sujeitos também às sanções penais previstas para os crimes contra a ordem tributária.

Ainda este ano, a operação Marcação Cerrada deve se estender a todo território nacional.

Últimas de Economia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos