Para homem mais rico do mundo, real pode valer mais que dólar, diz jornal

Da Redação
Em São Paulo

Para o executivo Warren Buffett, considerado o homem mais rico do mundo segundo a revista "Forbes", o real é uma boa opção para os investidores e poderá, no futuro, valer mais do que o dólar. O previsão de sucesso para a moeda brasileira feita pelo presidente do conselho da empresa de investimentos Berkshire Hathaway foi publicada hoje na Folha de S. Paulo.

Uma pequena parte do patrimônio da Berkshire, que ultrapassa os US$ 75 bilhões, está vinculado a aplicações em reais. Segundo a reportagem, Buffett admite que o Brasil esteve fora de seu "radar" até que o investidor e amigo Jorge Paulo Lemann, criador da Ambev, o alertou para as mudanças positivas que ocorriam no país. "Jorge Paulo não me falou especificamente para investir em reais, mas me contou sobre as perspectivas de valorização da moeda. Segui a dica", disse ele.

O empresário afirmou ainda que não pretende investir em ações de empresas americanas no atual período de enfraquecimento do dólar, publicou o jornal. "Se as coisas continuarem no caminho em que estão para os países produtores de matéria-prima, eu não duvidaria que essas moedas [como o real e o dólar canadense] ultrapassassem a cotação do dólar", disse Buffett à repórter da Folha de S. Paulo.

Assinantes do UOL e da Folha podem ler a íntegra da reportagem aqui.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos