Lula afirma que governo não vai propor recriação da CPMF

Carolina Pimentel
Da Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira(20) que o governo não irá propor a recriação da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) para cobrir os gastos com a aprovação do projeto que regulamenta a Emenda 29, que fixa percentual mínimo de recursos da União para a saúde.

Lula afirmou que é responsabilidade do Legislativo apontar a fonte de recursos para o cumprimento da emenda.

"Não partirá do governo, e não haverá por parte do governo, qualquer iniciativa para que o Congresso Nacional aprove qualquer imposto. É um problema do Congresso Nacional", afirmou o presidente, após assinar as ordens de serviço para as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) na Baixada Santista.

"A única coisa que eu acho é que se o Congresso Nacional quer regulamentar a Emenda 29 e aumentar o dinheiro para a saúde, é importante que os companheiros pensem em como aumentar o dinheiro para a saúde sem ter uma nova receita".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos