Desemprego é o menor para um mês de junho desde 2002

Da Redação
Em São Paulo

A taxa de desemprego nacional em junho foi de 7,8%, a menor registrada para esse mês desde 2002, quando foi iniciada uma nova série histórica (veja gráfico abaixo).

Em junho de 2007, a taxa de desempregados era de 9,7%. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira.






A queda na taxa de desemprego em junho foi a quarta consecutiva.

Segundo dados do IBGE, a população ocupada chega a 21,7 milhões de pessoas; um aumento de 4,5% no acumulado do ano. O nível de ocupação, de 52,6%, foi o maior desde março de 2002.

Os níveis de emprego se mantiveram estáveis nas seis regiões metropolitanas pesquisadas (Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre).

TAXA DE DESEMPREGO MENSAL
(dados do IBGE - junho de 2008)
Recife8,5
Salvador12,1
Belo Horizonte7,4
Rio de Janeiro6,6
São Paulo8,2
Porto Alegre6,1
TOTAL7,8
Na comparação com junho do ano anterior, todas as regiões tiveram quedas na taxa de desemprego. Recife teve a maior delas, de 4,1%; enquanto Porto Alegre teve a menor, com 1,3%. No geral, o contingente de desempregados caiu 17%.

Os setores que mais empregam são comércio, manutenção de automóveis e objetos pessoais ou domésticos e varejo de combustíveis, somando 19,4% da população ocupada. Também foi o único grupo de atividades a apresentar evolução mensal, com uma alta de empregos na ordem de 5,3% em Porto Alegre.

O número de trabalhadores com carteira assinada também se manteve estável no comparativo com maio, mas subiu 9,5% desde junho de 2007, chegando a 9,5 milhões. Eles representam 43,9% de toda a população ocupada no Brasil.

Salários
O salário teve alta, segundo dados do IBGE. O rendimente médio mensal do trabalhador entre junho do ano passado e junho deste ano subiu 1,7% e alcançou R$ 1.216,50.

No comparativo com junho de 2007, a renda melhorou em cinco regiões metropolitanas, como Salvador (6,9%), Rio de Janeiro (3,4%) e São Paulo (1%). A exceção coube ao Recife, onde a renda caiu 4,9%.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos