Bolsas

Câmbio

Secretário do Tesouro dos EUA prevê novas quebras

Da Redação

Em São Paulo

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Henry Paulson, declarou nesta quarta-feira que estão previstas outras eventuais quebras de instituições financeiras em seu país, apesar da entrada em vigor na sexta-feira passada do plano de resgate bancário.

"Devemos reconhecer uma coisa: mesmo com as novas medidas tomadas pelo Tesouro, algumas instituições financeiras vão quebrar", alertou Paulson.

Nas últimas semanas, algumas das principais instituições financeiras dos EUA quebraram ou foram vendidas por preço irrisório. As duas maiores financiadoras hipotecárias do país, Fannie Mae e Freddie Mac, passaram a ser controladas pelo Estado para não precisarem interromper suas atividades.

O banco de investimentos Lehman Brothers pediu concordata após perdas bilionárias com títulos ligados a empréstimos imobiliários de alto risco. O banco de investimentos Merrill Lych, à beira de quebrar, acabou sendo vendido ao Bank of America. O Wachovia, importante banco americano, também passou por graves dificuldades e teve que ser vendido.

(Com informações da AFP)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos