Bolsas

Câmbio

Cristina Kirchner anuncia injeção de R$ 9,4 bilhões na economia argentina

Da Redação
Em São Paulo

(Texto atualizado às 17h10)

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, anunciou nesta quinta-feira (4) a injeção de 13,2 bilhões de pesos (R$ 9,4 bilhões) na economia. O montante será distribuído em linhas de crédito do BICE (Banco de Inversão e Comércio Exterior) para empréstimos a empresas, a uma taxa de 11% ao ano.

Segundo o site do jornal argentino Clarín, Cristina admitiu que a injeção de capital é um plano de contingência criado para enfrentar a crise financeira internacional.


O plano inclui repassar 3,5 bilhões de pesos (R$ 2,5 bilhões) para o consumo popular, 1,25 bilhão (R$ 912 milhões) para a indústria, 1,7 bilhão (R$ 1,24 bilhão) para a agricultura, 3,1 bilhões (R$ 2,26 bilhões) em empréstimos ao setor automotivo e 3,5 bilhões (R$ 2,5 bilhões) para pequenas e médias empresas.

Além disso, Kirchner anunciou uma redução de 5% nas alíquotas das exportações de milho e trigo, gãos dos quais a Argentina é, respectivamente, o segundo e o quarto maior exportador do mundo.

De acordo com o site do diário Página 12, o objetivo dos repasses é incentivar a produção, os investimentos, o trabalho, o emprego e o consumo no país.

Para receber os empréstimos do BICE, as empresas terão que se comprometer a não cortar empregos. A presidente argentina exigiu também que os empresários trabalhem com margens de lucratividade menores.

(Com informações da AFP)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos