Bolsas

Câmbio

Lula critica proteção ao aço dos EUA no pacote de Obama

Rodrigo Bertolotto

Enviado especial do UOL Notícias

Em Belém (PA)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou o aspecto protecionista do plano de Barack Obama para a recuperação da economia mundial. Entre as medidas, há uma que protege a produção de aço e ferro norte-americana, o que pode prejudicar as exportações brasileiras.

Para Lula, a decisão de usar nos projetos incluídos no plano apenas aço e ferro produzidos nos EUA é um "equívoco". "O protecionismo vai agravar a crise. Se cada país for colocar um muro em torno [de si], a crise vai piorar. Se a gente parar de comprar e vender, o bicho pega."

Lula, porém, relativizou o papel de Obama. Para o brasileiro, seu colega norte-americano "está com muito capital político para retomar a economia; mas a crise preocupa a ele mais do que a mim. O calo no pé dos outros é mais fácil."

Presente no Fórum Social Mundial desde ontem, Lula conversou hoje com lideranças do encontro. Segundo ele, a ida a Belém foi gratificante pela presença de presidentes latino-americanos e "pelos debates de boa qualidade". "Fui a Davos [no Fórum Econômico Mundial] quando foi interessante. Esse ano não marquei de ir lá."

Lula voltou a responsabilizar s países ricos pela crise. "Eles que inventaram a tal da globalização", disse, e não podem agora esquecer "o discurso do livre-comércio".

Repórteres da imprensa italiana questionaram Lula sobre o caso Battisti. O presidente brasileiro voltou a afirmar que a decisão está tomada e que a Itália "tem que respeitar as decisões soberanas do Brasil". "É direito da Itália, e que a Justiça tome a sua decisão", falou, sobre o caso, que está sendo avaliado agora pelo STF.

Respondendo a uma pergunta de uma rede de TV francesa sobre o desmatamento, Lula disse que, "humanamente, é impossível que não critiquem" o seu governo. "Mas a Amazônia é do Brasil. Há 25 milhões de pessoas morando, trabalhando e consumindo nela. Ela não pode virar um santuário. E que cada um tome conta do que é seu."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos