SP, Minas e Bahia puxam queda da indústria nacional em dezembro

Da Redação

Em São Paulo

(Texto atualizado às 11h21)

Os Estados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia puxaram a queda de 12,4% da indústria brasileira de novembro para dezembro, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e estatística).

Apenas nessas três regiões, entre 14 estudadas, a indústria recuou mais do que a média nacional. A produção paulista diminuiu 14,9%; a mineira, 16,4%; e a baiana, 15,6%.


Outras nove regiões pesquisadas tiveram queda, mas menos intensa que a média. Somente dois Estados verificaram expansão: Amazonas (alta de 0,9%) e Goiás (0,4%).

Se considerado todo o ano de 2008, no entanto, 13 das 14 regiões registraram alta na produção industrial. A exceção foi Santa Catarina, onde a atividade caiu 0,7%. Os Estados que tiveram maior crescimento no ano foram o Paraná (8,6%) e Goiás (8,5%).

A indústria expandiu-se 5,3% em São Paulo, 1,6% em Minas Gerais e 2,3% na Bahia em 2008. No país todo, o aumento foi de 3,1%.

Automóveis em baixa
Em São Paulo e Minas Gerais, a produção automobilística teve peso significativo no indicador geral da indústria. O setor recuou 44,2% em SP e 55,9% em MG, na comparação entre dezembro de 2007 e de 2008.

Na Bahia, a produção de automóveis parou completamente devido a férias coletivas. Mas o principal impacto negativo veio do setor de produtos químicos (queda de 41,1%), uma vez que a produção automobilística tem um peso menor na indústria do Estado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos