Levantamento da Conab indica recuperação da produção de grãos

Da Agência Brasil

O sétimo levantamento da safra de grãos 2008/2009, feito por técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no mês do março, apresenta um resultado melhor do que o anterior, que previu a primeira alta após cinco quedas consecutivas.

De acordo com a estimativa, a produção será de 137,57 milhões de toneladas, crescimento de 1,7% em relação à da pesquisa anterior, que projetava a colheita de 135,32 milhões de toneladas.

O secretário executivo do Ministério da Agricultura, Silas Brasileiro, e o presidente da Conab, Wagner Rossi, darão uma entrevista coletiva à imprensa às 10h para detalhar a pesquisa.

Segundo a estatal, o resultado positivo deste levantamento se deve principalmente ao clima e à boa distribuição das chuvas nas regiões produtoras do país nos últimos meses.

Com esse resultado, a safra atual vai se consolidando como a segunda maior da história, perdendo apenas para a anterior, que produziu 144,13 milhões de toneladas.

O aumento verificado neste levantamento foi influenciado, em grande parte, pelo milho, que passou de 50,37 milhões de toneladas em fevereiro para 51,91 milhões de toneladas em março. Soja e arroz também subiram. O primeiro, de 57,63 milhões para 58,14 milhões de toneladas. Já o cereal teve incremento de 12,52 milhões para 12,67 milhões de toneladas.

O principal destaque em relação ao ciclo anterior, entretanto, é o feijão, que, na contramão de outras culturas que registraram queda de produção, apresenta aumento de 8,2%.

As três safras do grão (das águas, da seca e de inverno) ao longo do ciclo 2008/2009 deve atingir os 3,81 milhões de toneladas, suprindo o consumo interno, o que não ocorria há algumas safras.

O ciclo atual, que vai até julho, já teve mais de 65% dos grãos da safra de verão colhidos no Centro-Sul, como milho, feijão, arroz e soja. Em relação ao trigo, produto estratégico para o país que será colhido no segundo semestre, o levantamento de março apresenta um recuo de 13,1%, de 6,02 milhões para 5,23 milhões de toneladas.

Na semana passada, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, disse que espera um aumento de 10% na produção.

A pesquisa foi realizada entre os dias 16 e 20 de março, com a participação de 70 técnicos da Conab.

Eles entrevistaram produtores rurais, agrônomos e técnicos de cooperativas, secretarias de Agricultura, órgãos de assistência técnica e extensão rural e agentes financeiros dos principais municípios produtores do país.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos