Bolsas

Câmbio

Lojas Americanas quintuplica lucro e quer abrir mais 400 lojas

Da Redação, em São Paulo

A Lojas Americanas anunciou nesta sexta-feira que pretende investir R$ 1 bilhão nos próximos quatro anos para abrir 400 novas lojas no Brasil. No final de setembro (dado mais recente), a companhia tinha mais de 470 casas comerciais.

No mesmo dia, a empresa anunciou que seu lucro mais do que quintuplicou, passando de R$ 6,7 milhões no terceiro trimestre do ano passado para R$ 36,5 milhões no mesmo período de 2009.

Em relatório que acompanha o balanço trimestral, a companhia informa que o programa de investimentos, batizado "Sempre Mais Brasil", é baseado em um modelo de estudos que considera dados macroeconômicos, dentre os quais crescimento da população, renda per capita e evolução da economia local.

Segundo a companhia, entre 2000 e 2008, seu número de lojas aumentou em cinco vezes, a receita bruta consolidada cresceu em seis vezes e a geração de caixa operacional medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) subiu em 120 vezes, "o que demonstra solidez na nossa estratégia de crescimento e reforça as oportunidades existentes no país".

Balanço trimestral

O Ebitda totalizou R$ 221,6 milhões entre julho e setembro, cerca de 10% mais que os R$ 201,8 milhões registrados em igual intervalo de 2008.

A receita líquida consolidada da companhia somou 2,006 bilhões de reais no trimestre, com alta de 20,5% frente à receita verificada um ano antes.

Dessa forma, a margem Ebitda consolidada no terceiro trimestre ficou em 11%, ante 12,1% um ano antes, com piora de 1 ponto percentual.

Considerando-se apenas a controladora, a receita líquida foi de R$ 1,033 bilhão, comparada a R$ 891 milhões um ano antes.

No conceito "mesmo número de lojas", o crescimento da receita líquida do terceiro trimestre de 2009 em relação ao mesmo intervalo de 2008 foi de 8%.

A Lojas Americanas informa ainda que a Financeira Americanas Itaú (FAI) alcançou 2,5 milhões de cartões emitidos, e carteira de recebíveis de R$ 649 milhões. "Ao final de setembro, as vendas com o cartão private label da FAI já representam 15,3% das vendas da Lojas Americanas (controladora)", aponta no relatório.

(Com infomações da Reuters)
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos