Bolsas

Câmbio

Câmara aprova criação da Petrosal; pontos polêmicos ainda serão votados

Piero Locatelli

Do UOL Notícias Em Brasília

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira (18) a criação de uma nova estatal, a Petrosal. A empresa deve gerenciar os contratos de exploração e produção de petróleo e gás na camada pré-sal. Foram 250 votos a favor e 67 contra. Os partidos que fecharam questão contra o projeto foram DEM, PSOL e PSDB.

A Câmara ainda vai votar os pontos mais polêmicos do projeto da Petrosal. A oposição tentará mudar a forma de indicação do chefe da nova estatal. Na forma como se encontra o projeto, o presidente da Petrosal seria indicado diretamente pelo presidente da República e não deve ser sabatinado pelo Congresso. A oposição quer obrigar o indicado a passar pelo crivo do Legislativo.

Outra proposta que ainda será votada determina em lei o número de servidores da empresa -e não por estatuto, como previsto no projeto original.

O relator do projeto, deputado Luiz Fernando Faria (PP-MG), manteve a maior parte do projeto original enviado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o relatório do deputado, a nova empresa deverá ter uma "estrutura enxuta" e abrigar "entre 100 e 120 funcionários". Já as decisões da diretoria executiva deverão ser aprovadas por maioria absoluta de três quintos dos integrantes. A Petrosal deverá divulgar relatório de seu balanço fiscal anualmente pela internet.

Além disso, o projeto prevê a definição de um mandato de quatro anos para os integrantes dos conselhos fiscal e de administração da Petrosal.

Depois de votadas as emendas, o projeto segue para o Senado Federal.

Câmara terá de votar mais 3 projetos do pré-sal
O projeto que cria a Petrosal foi o primeiro a ser votado dos quatro enviados pelo Executivo no último dia 2 de setembro.

O governo pretende votar nas próximas quatro semanas os outros três projetos, considerados mais polêmicos. Eles tratam da capitalização da Petrobras, da criação do Fundo Social e do modelo de partilha do pré-sal.

Os quatro projetos formam o chamado marco regulatório da exploração na camada pré-sal -que se estende dos Estados do Espírito Santo até Santa Catarina.

(Com informações da Agência Câmara)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos