Terremoto na China antecipa Cúpula dos Bric no Brasil

Yara Aquino

da Agência Brasil

O terremoto ocorrido na China, que matou mais de 600 pessoas, levou o presidente do país, Hu Jintao, que está no Brasil, a adiantar o seu retorno. Com isso, a 2ª Cúpula do Bric (grupo formado pelo Brasil, pela Índia, Rússia e China), da qual ele participaria amanhã (16), foi antecipada para hoje (15), mesmo dia em que se realiza o encontro do Ibas, do qual fazem parte o Brasil, a Índia e a África do Sul.

Hu Jintao chegou ao Brasil na noite de ontem (14). Como ele participaria do encontro do Bric apenas amanhã, o dia de hoje estava reservado para a reunião do Ibas.

"Estamos tendo um dia especialmente complicado, devido ao terremoto na China o presidente Hu Jintao tomou a decisão muito generosa de vir ao Brasil de qualquer maneira, mas terá que partir hoje, então estamos comprimindo o programa de dois dia em um dia", explicou o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, ao informar sobre a alteração nas agendas dos encontros.

Com isso, o dia de trabalhos começa às 8h da manhã e o encerramento está previsto para depois das 21h30, quando deve começar o jantar oficial de encerramento das cúpulas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos