Incentivo para economia de água afeta caixa da Sabesp marginalmente, diz Fitch

SÃO PAULO, 6 Fev (Reuters) - A Sabesp, companhia de saneamento de São Paulo, deve ter um impacto marginal na geração de caixa operacional como resultado do programa de incentivo para redução do consumo de água proposto nesta semana, avalia a agência de classificação de risco Fitch Ratings nesta quinta-feira.

"A Fitch acredita que a estimada redução da receita não deve impactar significativamente as métricas de crédito da Sabesp. A agência estima que a receita anual da companhia caia entre 4 e 7 por cento como resultado da implementação do programa", informou a Fitch.

A agência avalia que, considerando uma redução de 7 por cento, a alavancagem líquida ajustada da Sabesp ficaria em 2,7 vezes ante o nível de 2,5 vezes informado em setembro de 2013.

O programa de redução do consumo se aplica a clientes que recebem água do sistema da Cantareira, o mais importante da Sabesp, e ocorre em momento em que as reservas de água estão em níveis críticos diante da seca atípica para esta época do ano, a cerca de 20 por cento.

A Sabesp informou que dará um desconto na tarifa de 30 por cento para todos os clientes que reduzirem em 20 por cento o volume de água consumido.

"O impacto negativo do programa de incentivo à redução do consumo de água pode ser parcialmente compensado pelo aumento do volume faturado de água registrado dentro de outras regiões que não participam do programa, devido às altas temperaturas climáticas e crescimento populacional esperado para a região de operação da Sabesp", diz a Fitch.

A Fitch considerou que entre 50 a 80 por cento dos consumidores atingidos pelo programa tenham sucesso em reduzir o consumo e obter descontos na conta de água.

(Redação São Paulo; REUTERS AFR RVB)

Últimas de Economia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos