UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

01/07/2009 - 08h51

Mundo espera estagnação na contratação de profissionais no terceiro trimestre

SÃO PAULO - O mundo espera período de estagnação nas contratações no terceiro trimestre, mas no Brasil as expectativas são mais positivas.

De acordo com pesquisa realizada pela empresa de serviços em RH (recursos humanos) Manpower, apenas 11 de 34 países pesquisados deverão sofrer alta no volume de contratações no próximo trimestre. Ao todo, 79% dos empregadores anunciaram que não pretendem modificar o quadro de funcionários no período, enquanto 11% pensam em cortar postos de trabalho e 8% querem contratar entre julho e setembro.

O estudo contou com a participação de 70 mil gerentes e diretores de RH, sendo 55% da Argentina, Canadá, Colômbia, Costa Rica, EUA, Guatemala, Peru e México; 22% da Austrália, China, Hong Kong, Índia, Japão, Nova Zelândia, Cingapura, Taiwan; e 23% da África do Sul, Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Noruega, Polônia, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça.

Realidade Brasil

No Brasil, que somente entrará no estudo no próximo trimestre, as perspectivas são mais favoráveis, com destaque para a contratação no segmento de agronegócio, que em maio abriu cerca de 53 mil vagas, de acordo com o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). Outro setor que deve alavancar os números gerais será o da indústria da transformação.

"Ainda que de maneira tímida, o cenário brasileiro demonstra um maior aquecimento em relação aos outros países das Américas. Isso ocorre em função da retomada da economia mais acentuada em alguns setores", afirmou o diretor-geral da Manpower Brasil, Augusto Costa, sobre a região que foi afetada pela queda nas exportações e na produção industrial, por conta da crise global da economia.

De acordo com Costa, neste contexto, é importante a elaboração de estratégias e de políticas de retenção de talentos. "Quando os empregadores não encontram funcionários com o perfil desejado disponíveis no mercado, vão buscar imediatamente em seus concorrentes. Sem uma ação de retenção de talentos sólida, a companhia pode perder um colaborador-chave para o sucesso dos negócios. A tendência é que as corporações retomem os investimentos em capital humano, com a melhora da economia".

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host