UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

05/08/2009 - 11h30

Redes sociais podem ser utilizadas como critério de desempate na seleção

SÃO PAULO - Além de ser uma fonte de informação para saber mais sobre um determinado profissional, as redes sociais também podem ser utilizadas, segundo o diretor executivo do Indica, empresa de huting online da Allis, Dan Turkieniez, como critério de desempate entre os candidatos.

"O recrutador pode, por exemplo, verificar informações de um candidato, se ele possui alguma atitude comprometedora, como concordar com o preconceito".

Outras funções da rede social

Uma outra forma de usar as redes sociais nos processos seletivos é na triagem de currículos, uma vez que, segundo Turkieniez, existem redes sociais exclusivamente profissionais. Neste caso, os candidatos formam em vez de um perfil comportamental e pessoal, um perfil com informações profissionais, como formação acadêmica e experiência profissional.

Esses sites de redes sociais profissionais também auxiliam o recrutador no processo de triagem de currículo selecionando os melhores candidatos de acordo do perfil da vaga exigido, tornando o processo seletivo mais ágil.

"As redes sociais estão auxiliando muito o trabalho de recrutamento, porque aumentam as possibilidades de encontrar profissionais que criam uma forma de divulgar o seu currículo, mostrando interesse e conhecimento que podem ser diferenciais bastante positivos em uma seleção. Além de estimular o networking", revela a consultora de Recrutamento e Seleção da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Claudia Callé.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host