UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

10/08/2009 - 08h50

Vencendo a crise: número de vagas para executivos cresce 16% no primeiro semestre

SÃO PAULO - Apesar da crise financeira, o mercado de trabalho mostrou sinais de aquecimento para os executivos brasileiros no primeiro semestre do ano. Entre janeiro e junho, o número de vagas para esses profissionais apresentou um crescimento de 16%, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Os dados são da Right Management.

De acordo com a diretora de Transição de Carreira da Right Management, Matilde Berna, o resultado do semestre reflete que, apesar do mercado de trabalho ter passado por resultados negativos, isso não impediu muitas empresas de continuarem um movimento de crescimento e investimento.

"Neste momento, já conseguimos perceber de forma mais clara que o cenário, até então mais nebuloso em função dos anúncios da crise, já supera a preocupação, dando lugar a uma expectativa mais positiva e com sinais evidentes de retomada. Não é uma boa ideia pensar que o mercado não está contratando. As contratações estão cada vez mais presentes, podendo oscilar de segmento para segmento, porém sempre presentes".

Setores

No primeiro semestre deste ano, o setor industrial liderou o ranking do número de vagas para executivos, concentrando 40% do total. Os segmentos que mais ofereceram oportunidades para os executivos foram: automobilístico/autopeças (14%), construção civil (12%) e bens de consumo (11,5%).

O setor de serviços, por sua vez, disponibilizou 26% dos postos de trabalho para executivos nos seis primeiros meses deste ano, sendo que o destaque desse setor foi o segmento de tecnologia da informação, com 23% do total. Em seguida, surgem os segmentos de serviços especializados, com 21%, e telecomunicações, com 12%.

O setor financeiro foi responsável por 6% das vagas oferecidas no semestre. Já os setores de agribusiness e comercial ofereceram 4% cada. O restante (20%) pertence a setores não informados.

Junho

Por outro lado, na comparação entre junho e maio deste ano, o número de oportunidades para executivos no mercado de trabalho registrou uma queda de 12%. Já no confronto entre junho deste ano com o mesmo período do ano anterior, houve uma alta de 13%.

No sexto mês do ano, o setor industrial foi o responsável por 36% das oportunidades de emprego para executivos. Já o setor de serviços disponibilizou 27% das vagas. O setor financeiro e o comercial ofereceram 4% dos postos de trabalho, agribusiness, 2%, e outros setores não informados, 27%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host