UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/09/2009 - 15h50

Jovens pedem demissão por falta de desenvolvimento profissional

SÃO PAULO - Dentre as características dos jovens brasileiros, estão a vontade de crescer na carreira rapidamente, a empolgação e a disposição para trabalhar. Entretanto, quando a insatisfação toma conta desses profissionais, eles não pensam duas vezes e mudam de emprego.

Para grande parte (26%) dos jovens brasileiros, não ter desenvolvimento profissional é a principal razão para pedir demissão da empresa. Além disso, não ter um ambiente de trabalho agradável também é motivo para que 25% dos entrevistados solicitem o desligamento da organização.

A falta da qualidade de vida foi citada por 19% dos jovens consultados. Já não ter salário e benefícios adequados foi apontado por 16%. Por último, 14% dos jovens indicaram não ter crescimento na carreira como o principal motivo para sair da empresa.

Os dados fazem parte da pesquisa "Empresas dos Sonhos 2009", realizada entre maio e junho deste ano pela Cia de Talentos, em parceria com a TNS.

A crise

A pesquisa ainda analisou a opinião dos jovens em relação à crise e os impactos em sua carreira. O que se constatou foi que eles têm consciência do impacto da turbulência em seu futuro, tanto que 95% dos entrevistados acreditam que muitas empresas irão fazer uma reestruturação.

Além disso, para 88% deles, os processos seletivos serão mais concorridos, já que as oportunidades de emprego diminuirão em meio à crise.

Para 78% dos jovens, no atual cenário econômico, as empresas não esperam que os novos profissionais demorem para gerar resultados. Por último, 81% dos jovens indicaram que o nível de estresse no ambiente de trabalho aumentará.

Sobre o estudo

A pesquisa foi realizada a partir de questionário enviado pela internet para estudantes e universitários recém formados do Brasil. Foram 26.281 respostas válidas. A margem de erro do estudo é de 0,5% do total da amostra.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host