UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

07/09/2009 - 15h18

Crise gerou novas fusões, com novos desafios para a integração de TI

SÃO PAULO - Com a crise econômica, novas fusões e aquisições entre as empresas ocorreram, sendo que mais da metade destes movimentos foi no setor financeiro, como Itaú e Unibanco ou Santander e Banco Real, por exemplo.

Porém, quando grandes e complexas empresas se unem, é necessário fazer um alinhamento de culturas, de sistemas e da infraestrutura de TI (Tecnologia da Informação). Mas, se os desafios já são grandes quando a situação econômica é estável, em um período de crise eles se multiplicam e aumentam a pressão para conseguir vantagens de agilizar as operações.

Integrando a TI

Embora a velocidade tenha uma importância grande para garantir o rápido progresso da nova empresa, muitas não conseguem gerar o resultado esperado por não abordarem o custo da operação, a duração para unir os processos e os riscos envolvidos.

Para o CEO da GFT Ibéria, Carlos Eres, para obter o sucesso esperado em uma movimentação tão complexa, é necessário considerar que cada etapa da integração deve ser acompanhada e avaliada por um comitê composto por representantes de ambas as empresas, o que envolve áreas de Auditoria, Finanças, Recursos Humanos, Informática, Instalações, Marketing e Segurança.

"O primeiro passo dessa metodologia deve ser o planejamento, que se inicia antes da fusão ou aquisição, permanecendo ao longo de todo o processo, mesmo após o negócio ter sido fechado. Pesquisas apontam que as empresas que estabelecem políticas eficazes de gestão da integração pré e pós-fusão aumentam suas chances de sucesso em torno de 50%", explica.

A partir dessa parte, o CEO explica que é necessário um alinhamento eficaz, por meio de um plano que determine a melhor forma de integrar as partes e adaptar as estruturas, culturas e sistemas. "Partindo para a última etapa, a identificação das mudanças e o foco no que realmente é prioridade se tornam os divisores de águas para o sucesso ou o insucesso de uma integração", diz.

Eres lembra que o sucesso empresarial está ligado a uma integração bem sucedida de TI, resultando em um êxito organizacional e no retorno econômico esperado.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host