UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/09/2009 - 08h51

Destacar-se sem aparecer: qual o truque para crescer no mundo corporativo?

SÃO PAULO - Consultores de carreira dizem que, para crescer no mundo corporativo, os profissionais devem se destacar, por meio de talento e esforço, mas sem chamar a atenção. Isso porque, dependendo da forma como se destacam, correm o risco de serem "boicotados" por seus pares e superiores.

Dizem que nem sempre, no mundo corporativo, as pessoas são transparentes e sinceras. Esta é uma máxima. Em áreas que carecem de bons empregos e salários, a competitividade é inegável. "É uma questão delicada", afirma o especialista em Recrutamento da Robert Half, Fabiano Kawano.

"Muitas vezes, os profissionais fazem de tudo para crescer e não dá certo", admite. Então, qual o truque para crescer? Será que é possível se destacar sem aparecer?

O que fazer

Já ouviu falar que a melhor forma de lidar com um inimigo é sendo seu amigo? É verdade que no mercado de trabalho não existem propriamente inimigos. Há quem cometa injustiças de forma inconsciente. Outros sabem o que estão fazendo, mas o ser humano é mesmo falho. O fato é que quem almeja salários e cargos melhores deve se esforçar para entender as preocupações reais da empresa, da diretoria, do chefe e dos colegas de trabalho.

"Faça a lição de casa. Tente entender cada frase dita na reunião, as dificuldades de seus pares e superiores e, sozinho, procure soluções", recomenda Kawano. "A melhor forma de exposição que existe está na proatividade. Entregue mais. É importante ainda ajudar não somente seus gestores, mas também os responsáveis por outras áreas".

Mas todo cuidado é pouco. Ajudar gestores de outros departamentos da empresa é um gesto pequeno que causar problemas de grandes proporções, já que o profissional estará "aparecendo". "Por isso, é importante não fazer isso de maneira formal. Prefira fazê-lo em meio às conversas no café da empresa, por exemplo". O importante é deixar claro que está do lado da empresa.

Como ser político

Quanto aos colegas de trabalho, quando o gestor fizer uma pergunta ou pedir para que seja desenvolvido um projeto, é interessante promover um brainstorming com os membros da equipe. Mas, para não tumultuar, o especialista em Recrutamento da Robert Half sugere conversar com cada um separadamente, e não organizar uma reunião geral.

Feito isso, apresente as soluções geradas pelo brainstorming de forma condensada, como se fosse um projeto de todos. "Com isso, o profissional começa a ser visto por seus pares como o porta-voz do grupo. Para os gestores, ele mostra a capacidade de liderança".

Outra dica para minar a competitividade com os pares é: seja uma pessoa disponível. Em outras palavras, se o colega está passando por apuros, ajude-o. Ele tem dificuldade para realizar determinada tarefa? Ensine. Mas faça isso sem tomar os méritos para si ou ficar se gabando.

Como se comunicar

É vital ainda sempre ouvir o próximo, entendendo suas necessidades. "Tente ouvir mais do que falar", aconselha Kawano. Algo deu errado? "Nunca aponte o dedo para ninguém", ressalta o especialista.

Caso discorde de algo que seu gestor tenha dito, no lugar de dizer que não concorda, questione-o, faça perguntas, induzindo-o à reflexão, sem esquecer de que o modo como se comunica costuma fazer mais diferença do que o conteúdo do discurso em si. "Entre 70% e 80% da comunicação depende do tom da voz", explica Kawano, ao completar: "Jamais bata de frente".

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host