UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/10/2009 - 15h53

Com a falta de imóveis para alugar, surgem os "house hunters"

SÃO PAULO - Faltam imóveis para alugar na cidade de São Paulo, principalmente aqueles de um e dois dormitórios, e, para solucionar este problema, surgiram os "house hunters".

Eles são profissionais que saem às ruas para caçar o maior número de casas e apartamentos que podem ser disponibilizados para locação. Batem nas portas das casas, conversam com proprietários, zeladores de prédio, vizinhos e qualquer pessoa que possa dar uma indicação sobre um imóvel para locar.

A função deles é apenas captar imóveis, por isso não podem ser confundidos com os corretores de imóveis, que têm como objetivo intermediar negócios entre inquilinos e proprietários.

O trabalho

A Lello Imóveis contratou 11 pessoas para assumir a função dentro da empresa. A imobiliária resolveu fazer o investimento depois de se deparar com uma fila de 2 mil interessados em alugar um imóvel.

"Com esse trabalho, descobrimos muitos imóveis fechados na cidade. Os captadores trabalham para convencer os proprietários de que ofertar a unidade para locação é um bom negócio, gerando rendimento mensal e evitando gastos desnecessários com o pagamento de encargos como o IPTU [Imposto Predial Territorial Urbano] e cota de condomínio", disse a gerente-geral de Locação e Vendas da Lello, Roseli Hernandes.

Na Lello, o número de interessados em alugar um imóvel mais que dobrou em um ano, sendo o perfil mais desejado aquele de um ou dois dormitórios, com uma vaga na garagem e valor de aluguel entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil. O tempo de espera para conseguir alugar é de quatro meses.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host