UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

02/11/2009 - 12h40

Pais que sabem liderar evitam conflitos em empresas familiares

SÃO PAULO - Conflitos entre pais e filhos podem existir a qualquer momento, principalmente quando eles trabalham juntos, em empresas familiares. Mas é preciso controlar isso, para que o negócio não seja prejudicado.

De acordo com o consultor Pedro Podboi Adachi, os conflitos geralmente surgem de detalhes, mas costumam estar respaldados em fundamentos profundos, como o desrespeito às diferenças pessoais.

O problema fica ainda pior quando os pais não têm maturidade para lidar com a situação. Um exemplo é fazer comparações entre os filhos, o que pode afetar a autoestima. "Esse sentimento cultivado ao longo dos anos poderá catalisar um conflito no futuro, principalmente quando os familiares trabalham juntos, na empresa familiar", diz Adachi.

Suscetíveis aos conflitos

O consultor afirmou que existem momentos em que os conflitos surgem com maior facilidade, como é o caso da sucessão nas empresas familiares.

"O potencial de conflito aumenta ainda mais no momento da sucessão, quando disputas pelo poder e ciúmes entre familiares chegam a destruir gigantescas sociedades e acabam por ruir verdadeiros impérios empresariais".

Situações como estas são bastante comuns, tanto que pesquisas internacionais mostram que somente um terço das empresas familiares sobrevive à passagem para a segunda geração e, entre as sobreviventes, 15% chegam à terceira geração.

Saber liderar

Os conflitos podem ser atenuados se houver, por parte dos pais, a habilidade de saber liderar. De acordo com a consultora organizacional Sonia Jordão, todos os pais gostariam que os filhos fossem melhores que eles mesmos e, para isso, precisam agir como líderes.

Ela listou algumas dicas para os pais:


  • Respeitar o direito do outro, para conquistar sua confiança;
  • Saber ouvir;
  • Buscar conhecer a si mesmo e a seus filhos;
  • Ser firme, sem usar a agressividade;
  • Saber o motivo de dizer "não" e manter a palavra;
  • Cumprir o que prometeu e prometer o que pode cumprir;
  • Delegar responsabilidades;
  • Dar feedback, seja ele positivo ou negativo;
  • Ser exemplo;
  • Usar a máxima da liderança que é elogiar em público e criticar em particular!

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host