UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/11/2009 - 13h57

Cai a esperança dos paulistanos em melhorar a vida profissional

SÃO PAULO - A esperança de melhoria na vida profissional caiu entre os paulistanos em outubro, na comparação com setembro deste ano.

De acordo com dados da Fecomercio-SP (Federação do Comércio do Estado de São Paulo), quando questionados sobre se "O responsável pelo domicílio acha que terá alguma melhoria profissional nos próximos seis meses", 52,27% dos mais de 2.200 respondentes disseram que sim em outubro, mas em setembro o total havia sido de 54,47%.

Os que disseram "não" à pergunta somaram 36,99% em outubro, ante 35,46% em setembro, enquanto os que responderam que "não sabem" foram de 10,07% para 10,64% no período.

Desta forma, o índice que mostra a expectativa de melhoria profissional passou de 119 para 115,3 pontos entre os dois meses, uma queda de 3,1%.

Segurança no emprego

Outra pergunta feita aos paulistanos dizia "Em relação ao seu emprego, como se sente em comparação com a sua situação nesse mesmo período do ano passado?". Neste caso, 49,06% responderam que estavam mais seguros em outubro, frente a 50,33% que disseram o mesmo em setembro.

Aqueles que se mostraram menos seguros foram 13,83% em outubro, contra 16,11% em setembro, enquanto os que disseram estar com o mesmo sentimento de 2008 foram 27,81% no décimo mês do ano, ante 24,7% em setembro. Os desempregados somaram 8,45% da amostra em setembro e 7,46%, em outubro.

O índice que mostra a segurança no emprego ficou em 135,2 pontos em outubro, contra 134,2 pontos em setembro, o que remete a um aumento mensal de 0,8%.

A pesquisa conta com um número mínimo de entrevistados de 2,2 mil pessoas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host