UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/11/2009 - 08h53

Mais de 50% dos líderes de TI dizem que falta de talentos tem limitado a produtividade

SÃO PAULO - A falta de talentos profissionais é considerada um problema para líderes de TI (Tecnologia da Informação). Segundo uma pesquisa da Deloitte, feita com 306 executivos e tomadores de decisão dessa área, 51% deles consideram que problemas e a falta de talentos limitam a produtividade e a eficiência da organização.

Além disso, 50% deles afirmaram que a falta de talentos tem limitado a habilidade da empresa de inovar, um quesito importante para que a área de tecnologia traga benefícios para os negócios.

Com esses impactos, a falta de talento também tem dificultado o crescimento de TI, fator indicado por 58% dos entrevistados, além da qualidade do trabalho desenvolvido, apontada por 53%.

A pesquisa também indicou que os líderes pretendem fazer novas contratações nos próximos três ou cinco anos, sendo que 47% esperam ver um crescimento de 5% na força de trabalho, neste período.

Recomendações

Tendo esses problemas em vista, a Deloitte faz algumas recomendações aos líderes, no gerenciamento da equipe. Segundo a organização, os CIOs precisam estabelecer funções e responsabilidades claras para a equipe.

Além disso, a empresa indica os líderes a explorarem formas mais inovadoras de gerenciamento da equipe, além de melhorar a análise e o planejamento das habilidades dos membros da equipe.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host