UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/01/2010 - 08h56

Profissionais graduados tiveram alta de 36,5% no salário em sete anos

SÃO PAULO – Nos últimos sete anos, profissionais que cursaram o Ensino Superior tiveram alta de 36,5% no salário, de acordo com pesquisa realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O rendimento médio mensal dos graduados passou de R$ 2.485,93 em 2003 para R$ 3.392,32 em 2009.

Segundo a PME (Pesquisa Mensal do Emprego), divulgada na quinta-feira (28), o maior rendimento médio real registrado no período foi na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), onde a variação entre 2003 e 2009 foi de 44,2%, passando de R$ 2.294,96 para R$ 3.308,48 mensais.

A região que teve a variação mais baixa foi Recife (PE), de 23,3%, que passou de R$ 1.955,10 para R$ 2.410,83, o menor salário médio mensal de graduados. Na região metropolitana de São Paulo (SP), houve crescimento de 32,2% e o rendimento médio foi de R$ 3.642,03, o maior do ano passado, ante R$ 2.753,98 em 2003.

Regiões metropolitanas

Confira abaixo a média salarial e a variação percentual de 2003 a 2009 nas seis regiões metropolitanas:

Rendimento dos profissionais com Ensino Superior
Capital2003 2009Variação 
Recife (PE) R$ 1.955,10 R$ 2.410,83  23,3%
Salvador (BA) R$ 2.380,48 R$ 3.179,63 33,6%
Belo Horizonte (MG) R$ 2.294,96 R$ 3.308,48 44,2%
Rio de Janeiro (RJ) R$ 2.279,01 R$ 3.245,23 42,4%
São Paulo (SP) R$ 2.753,98 R$ 3.642,03 32,2%
Porto Alegre (RS) R$ 2.286,04 R$ 3.258,60 42,5%
Crescimento na educação

O levantamento destacou que manteve-se o crescimento da ocupação no grupo de pessoas com 11 anos ou mais de estudo nos últimos sete anos. Em 2009, eles representavam 57,5% dos ocupados, ante 55,7% em 2008 e 46,7% em 2003.

A Região Metropolitana de São Paulo foi a que apresentou o maior percentual de ocupados com esta instrução, de 59,6% em 2009.

O contingente de pessoas ocupadas com nível superior cresceu 2,8% entre 2008 e 2009. Comparando o número a 2003, a alta é de 40,9%. Em 2009, 17,1% da população ocupada  possuía Ensino Superior no conjunto das seis regiões metropolitanas. No Rio de Janeiro, esse percentual atingiu 19% e, em São Paulo, 18,6%. Em Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Recife, os formados em universidades eram 14,7%, 14%,13,1% e 12,9% do mercado de trabalho, respectivamente.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host