UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/02/2010 - 13h50

Saiba quais áreas demandarão mais profissionais até 2015

SÃO PAULO – A demanda por profissionais que atuam na área da construção civil, tecnologia de manufatura, moda, criatividade, panificação e confeitaria irá aumentar até 2015, segundo um levantamento realizado pela Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro).

A pesquisa apontou que deve crescer a oportunidade de emprego, no caso da construção civil, para profissionais das áreas de tornearia mecânica, fresagem, desenho mecânico, soldagem, eletrônica industrial e mecânica de manutenção. Outras áreas promissoras são as de design de moda, joalheria, confecção de roupas e calçados. O mercado também precisará de padeiros e confeiteiros.

Construção civil

Haverá também uma grande oferta de vagas para carreiras como marcenaria, eletricidade predial, construção em alvenaria e aplicação de revestimento cerâmico.

“Na parte de construção e edificações, destacam-se os profissionais especializados em alvenaria, aplicação em revestimentos cerâmicos e instalação predial. Para as obras de infraestrutura, as demandas são para profissionais de terraplanagem e preparação de terrenos e concreto e montagem de estruturas metálicas”, explicou o gerente do Observatório Ocupacional do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Márcio Guerra.

Profissionais de telecomunicações

Guerra afirmou ainda que haverá maior demanda por profissionais de telecomunicações. O motivo é que serão investidos mais de R$ 20 bilhões em telecomunicações devido à Copa do Mundo que acontecerá no Brasil, em 2014.

“É uma exigência da Fifa que todas as áreas ao redor dos estádios ofereçam telefonia e internet. Ou seja, essas cidades precisarão capacitar profissionais na área de telecomunicação”, declarou Guerra.

Parques industriais

Além da ampliação da telecomunicação no País, investimentos em habitação e infraestrutura provocarão mudanças significativas na estrutura industrial. Nos estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, regiões que estão montando parques industriais, devem surgir postos de trabalho nas áreas de confecção, alimentos e manutenção mecânica.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host