UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/02/2010 - 11h15

Falta de diretriz profissional atinge 98% das pessoas com Ensino Superior

SÃO PAULO - A falta de uma diretriz profissional pode ocasionar problemas relacionados ao desenvolvimento da carreira, como não conseguir a promoção desejada ou a falta de identificação com a área de atuação, além da frustração pessoal.

De acordo com estudo realizado pelo Progep (Programa de Gestão de Pessoas), da FIA (Fundação Instituto de Administração), 98% das pessoas com Ensino Superior não têm uma diretriz profissional estruturada.

Segundo a professora especialista na área de Gestão de Pessoas, Tania Casado, as pessoas estão sendo cada vez mais cobradas quanto aos vários "degraus" da formação acadêmica, com a realização de diversos cursos e especializações.

"Ao mesmo tempo, a carência de um planejamento cauteloso para definir os rumos de sua carreira e em quais áreas se especializar pode reduzir os impactos dos conhecimentos obtidos na evolução profissional", completou.

Mudança

Tania contou que já teve alunos que mudaram de foco profissional e se tornaram bem-sucedidos e satisfeitos com o trabalho. Este é o caso da executiva da área de Recursos Humanos, Catia Stasi, que mudou a trajetória profissional depois dos 40 anos.

"Depois de trabalhar com Marketing por muito tempo, tive uma crise na carreira. Então, procurei um curso de especialização para me aproximar de um segmento que me interessava muito e hoje me considero realizada na minha profissão", disse Catia.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host