UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/03/2010 - 11h02

Escolha da profissão exige pesquisa de mercado de trabalho, diz especialista

SÃO PAULO – A preocupação com a escolha profissional ocorre geralmente quando os estudantes estão no último ano do Ensino Médio. Nesse momento, é comum que muitos alunos tenham dúvidas sobre faculdades e cursos.

Para que esses questionamentos sejam sanados, o autor do livro "Superdicas para o Jovem Escolher Bem a sua Profissão" e superintendente-geral do Instituto Via de Acesso, Ruy Leal, afirma que é importante que o aluno faça uma pesquisa profunda sobre o mercado de trabalho.

“Não tem segredo, mas exige dedicação em se preocupar com o futuro. Mais de 70% dos adolescentes nunca pararam para pensar sobre o assunto. Isso é um problema, já que a profissão vai nortear a vida da pessoa. Por isso, é necessário pesquisar sobre o mercado de trabalho”, explica Leal.

Como pesquisar

Segundo Leal, existem algumas formas de pesquisar sobre o mercado, como por meio da internet, que inclui, além de acessar os sites das universidades, navegar nas páginas das empresas, para ter informações sobre valores, cultura, como trabalham e visões de futuro. “Quase todas as empresas têm sites hoje. Dê uma olhada na maneira em que elas trabalham”, disse.

Outra dica para conhecer o mercado de trabalho é conversar com profissionais que atuam naquela profissão ou até mesmo participar de um programa de estágio para Ensino Médio. Fazer um trabalho voluntário também pode ajudar.

Autoconhecimento

Conhecer a si próprio e suas competências são fatores importantes no momento do processo de escolha. Leal acrescenta ainda que o autoconhecimento deve incluir a missão e o plano de vida que a pessoa pretende ter.

“Ao saber disso, tudo fica mais fácil. Com essas respostas, você consegue decidir qual profissão escolher, qual faculdade fazer, quais tipos de especialização, se é necessário estagiar enquanto estuda, se é importante fazer intercâmbio. Conhecendo e sabendo o que você quer para o futuro, tudo fica mais claro”, declara Leal.

Salário

A escolha da profissão não deve ser influenciada somente pelo salário. Leal afirma que as pessoas recebem um bom salário não devido à profissão, mas por serem bons profissionais. Por isso, se o estudante não se identificar com a profissão, não desempenhará uma boa atividade e não terá um salário alto.

“Você tem de ter paixão pela sua profissão. No dia em que você souber descrever um dia típico do profissional da área em que você pretende escolher e dizer que gostaria de fazer aquilo para sempre, achou a profissão certa”, finaliza Leal.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host