UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/03/2010 - 08h50

Liderança jovem e madura: você sabe o que espera o seu chefe?

SÃO PAULO – É fato que todo chefe espera responsabilidade, comprometimento com o trabalho e a empresa, além de rendimento positivo da sua equipe. Porém, segundo a consultora, palestrante e headhunter especializada no treinamento de líderes, Stefânia Giannoni, a idade do líder também pode influenciar no que diz respeito às suas expectativas.

Líderes mais maduros, de modo geral, esperam ser consultados para toda e qualquer decisão de um membro da equipe, pois, de acordo com Stefânia, por conta da experiência, eles tendem a centralizar decisões, não valorizando muito a autonomia de seus liderados. Como eles são pouco flexíveis e bastante resistentes às mudanças, muitas vezes, os membros de equipes que possuem líderes mais maduros podem se sentir desvalorizados.

Por outro lado, tais chefes transmitem maior segurança na hora da tomada de decisões. “Devido aos anos a mais no mercado, estes líderes levam vantagem na hora de tomar decisões, agindo com rapidez e na hora certa”, ressalta Stefânia.

Líderes mais jovens

Já os líderes mais jovens trazem consigo a bagagem cultural e acadêmica, além da vontade de inovação. Profissionais com este perfil esperam trabalhar com pessoas autônomas, que sejam autossuficientes.

“Obviamente, nos dois casos há exceções, mas, geralmente, líderes mais jovens não querem orientar o tempo todo e sim em questões pontuais”, explica a consultora.

Dessa forma, equipes lideradas por profissionais mais jovens, podem, muitas vezes, se sentirem perdidas, já que, na maior parte das organizações, até o momento, o que predominava era o tipo de liderança do chefe mais maduro.

E o que as empresas esperam deles?

De modos geral, explica a consultora, independentemente da idade, as empresas buscam pessoas com a capacidade de ver nos problemas uma oportunidade para inovar.

Além disso, elas querem profissionais que gostem do que fazem, sejam motivados, que dispõem de energia para superar obstáculos e, principalmente, no caso dos líderes, tenham habilidade de estimular, inspirar e influenciar pessoas.

Assim, orienta Stefânia, líderes mais jovens devem trabalhar questões como paciência e adaptabilidade, enquanto que os mais maduros precisam ser mais flexíveis e manterem-se atualizados.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host