UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

31/03/2010 - 15h57

Questões comportamentais levam a 80% das rescisões de contratos de estágio

SÃO PAULO – Se você pensa que, no caso de estagiários, a tolerância em relação ao comportamento é maior, porque eles são jovens e este pode ser o primeiro emprego, está enganado!

Segundo o gerente de Estágios e Novos Talentos do IEL (Instituto Euvaldo Lodi), Ricardo Romeiro, cerca de 80% das rescisões de contratos de estágios são feitas pela falta de comportamento profissional dos estudantes, que não têm um relacionamento saudável com os colegas de trabalho.

Dentre as dificuldades dos estagiários, que prejudicam a sua própria produtividade e a da equipe, estão a falta de flexibilidade em aceitar ideias e sugestões dos colegas, a dificuldade de trabalhar em equipe, de se expressar e de se comunicar.

Comportamento

De acordo com a supervisora de Processos Especiais do Ciee (Centro de Integração Empresa-Escola), Noely David, desvios de comportamentos ou inadequações no ambiente de trabalho não são bem vistos.

“O estagiário deve chamar a atenção pelo seu interesse no trabalho e seu aprendizado, não por falar alto, pelas roupas, pelo comportamento e por fazer brincadeiras invasivas. Não pode exagerar na dose. Deve se por no seu lugar”, afirma Noely.

Barreiras

Outra dificuldade que muitos têm é com a matemática, o que atrapalha o raciocínio lógico. Romeiro ainda destacou o desconhecimento de questões relacionadas à gestão e à administração.

“Alguns estudantes falham no planejamento e gerenciamento de projetos e não têm estratégia mais ampla e foco na solução de problemas”, disse.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host