UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/04/2010 - 08h54

Um em cada três líderes de RH influencia decisões estratégicas nas empresas

SÃO PAULO – Apenas um em cada três líderes da área de RH (recursos humanos) influencia as decisões estratégicas da empresa, revelou pesquisa realizada pela consultoria Right Management.

Além disso, os dados mostraram que apenas um em cada quatro profissionais da área participa efetivamente das decisões executivas.

De acordo com o vice-presidente executivo da Right para as Américas, George Herrmann, em organizações de alto desempenho, a participação mais efetiva do RH nas decisões das empresas têm se tornado uma reivindicação frequente. Porém, segundo os dados, isso parece estar pouco disseminado.

O papel do RH

Ele explicou que o líder da área de RH é responsável por garantir que o diretor-executivo perceba o valor das pessoas e invista em uma estratégia de talentos alinhada com os objetivos da empresa.

“Se o RH decide fazer parte das decisões executivas, deve mostrar para o board da empresa o valor e o impacto com que suas estratégias contribuem para o desempenho da companhia”, afirmou.

Para isso, é preciso que ele entenda cada uma das pessoas que compõem a liderança da empresa, cargos e atividades realizadas. Normalmente, o board das empresas é formado pelos seguintes profissionais:

  • CFO (Chief Financial Officer): responsável pelo desempenho financeiro e valor da empresa para os acionistas;
  • COO (Chief Operating Officer): visualiza a execução de planos de negócios e eficiência operacional;
  • CEO (Chief Executive Officer): responde pela estratégia geral da empresa e por seu desempenho.
Segundo a Right, entender cada um desses cargos e a relação deles com os objetivos de negócios da empresa é um fator decisivo na elaboração de um discurso que os impacte.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host