UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/05/2010 - 09h03

Saiba o que é a tatuagem digital e quais são as suas armadilhas

SÃO PAULO – No dicionário, a tatuagem é descrita como a arte de introduzir debaixo da epiderme substâncias para produzir desenhos, prática comum entre pessoas das mais variadas culturas e camadas sociais. Porém, o termo está sendo usado para outra finalidade: você já ouviu falar em tatuagem digital?

“Tatuagem digital é todo o registro feito em redes sociais, blogs e e-mails, seja uma foto, um vídeo, um texto. É um histórico de tudo o que a pessoa fez na web e tudo o que foi colocado na web sobre ela”, explicou o analista sênior da TGT Consult, consultoria onde surgiu o termo tatuagem digital, Waldir Arevolo.

De acordo com Arevolo, além de não conhecer o termo, as pessoas não se deram conta do potencial negativo e positivo que a tatuagem digital pode criar, inclusive na vida profissional. Mas, se você pensa que manter distância da web é a melhor forma de evitar isso, está enganado.

O que estão falando de você?

O analista sênior responde da seguinte maneira: “O maior problema não é alguém falar mal de você. É você não saber disso”. Isso significa que é melhor rastrear quais os elementos as pessoas estão dando na internet para montar a sua tatuagem digital. Dessa forma, é possível contra-argumentar. “O importante é ter presença na web, é gerenciar a reputação e ver se tem perguntas sem respostas”.

Além disso, Arevolo afirmou que não existem críticas que não sejam construtivas. Por isso, a pessoa deve analisar todos esses elementos que estão sendo disponibilizados, para verificar como se tornar mais atraente, por exemplo, para o mercado de trabalho.

Armadilha

Uma armadilha da tatuagem digital é acreditar que seus elementos são formados somente por aquilo que é feito na web. Existe uma grande preocupação das pessoas com o que vão postar nas redes sociais ou em seus blogs, mas poucos atentam para o fato de que o que fazem no mundo “físico” também pode cair na rede e formar a tatoo.

Imagine a seguinte situação: dois colegas de trabalho falando sobre um novo produto em um restaurante. Uma pessoa ouve e coloca na web. As consequências disso para os profissionais podem ser desastrosas.

“Embora não seja digital, isso pode se tornar digital. Tanta gente se preocupa com a web que se esquece do pessoal”, ressaltou o analista sênior. “Pense no que está fazendo e na repercussão que pode gerar”.

Acompanhamento

Quanto mais próximo do público, mais os profissionais devem acompanhar o que está sendo falado sobre ele na internet ou os elementos da tatuagem digital.

Àqueles com nível de interação médio – em comunidades de cem a 300 pessoas, por exemplo – ao menos uma vez por semana é indicado que se faça a atualização sobre o que está rolando na rede. “Tem de ser ativo e colocar coisas úteis, que não contradigam o que você faz”.

Mas, muito mais do que postar questões interessantes, é preciso fazer na web coisas das quais não irá se arrepender depois. E é por isso que os rastros deixados na internet são considerados como uma tatuagem. “A exemplo das tatuagens, são mais difíceis de remover”.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host