UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/05/2010 - 10h57

Para ingressar na carreira pública, professores terão ajuda de prova

SÃO PAULO – Para construir um indicador qualitativo da formação dos professores, o Ministério da Educação (MEC) criou o Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente – uma espécie de Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) dos professores, que poderá ajudá-los nos concursos públicos.

A criação da prova consta em portaria do MEC publicada no Diário Oficial da União na segunda-feira (24). De acordo com a portaria, o exame será realizado anualmente, mas a participação é voluntária.

As secretarias de educação estaduais poderão utilizar os resultados do exame para admitir os profissionais que fizeram a prova. A data e os procedimentos para a realização da primeira prova ainda serão definidos pelo presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Avaliação de competências

Assim como o Enem avalia competências dos estudantes que cursam ou completaram o Ensino Médio e os ajuda a ingressar nas universidades, o Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente também avaliará conhecimentos, competências e habilidades para subsidiar a contratação dos profissionais para a educação básica dos estados e municípios.

Porém, caberá a cada secretaria definir a forma de utilização dos resultados do Exame. Além de ajudar os profissionais a ingressar no ensino público, a prova também tem por objetivo conferir parâmetros para a autoavaliação dos futuros docentes, a fim de dar continuidade na formação e inserção no mundo do trabalho.

O MEC espera que a prova ofereça um diagnóstico dos conhecimentos, competências e habilidades dos futuros professores para subsidiar as políticas públicas de formação continuada.

O Inep ainda divulgará a matriz de competências que serão avaliadas por meio do Exame. Para fazê-lo, o profissional deve realizar inscrição, mediante pagamento de taxa, que também será definida.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host