UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/05/2010 - 14h43

Aeroportos: cuidados para não ser roubado durante uma viagem de negócios

SÃO PAULO - Entre um embarque e outro, um executivo pode, por um momento, se descuidar de seus pertences como bagagem e notebook. Com a frequência de furtos e roubos dentro dos aeroportos, o profissional poderá arcar com sérios prejuízos.

De acordo com um estudo da Intel, um computador roubado pode trazer um prejuízo de mais de US$ 115 mil à empresa após uma semana. Portanto, usar saguões de aeroportos como extensão de escritório pode não ser uma boa ideia. Fique atento!
Segundo o diretor Comercial da CEP Transportes, empresa especializada em transporte executivo, Fernando Cavalheiro, muitas empresas optam pelo transfer do aeroporto ao hotel exatamente para diminuir o intervalo de tempo dos executivos em saguões.
“Esse tipo de roubo por descuido tornou-se tão comum que as empresas passaram a desconfiar que algumas dessas ocorrências começavam dentro do próprio aeroporto”, diz Cavalheiro. “Assim, parte dos executivos tem o temor de transitar com um motorista que desconhecem”, afirma.
Após voltar de uma viagem da Espanha, o diretor de Comunicação Rodrigo Prada foi abordado por um homem em uma moto que levou sua mala e o notebook da empresa. “Foi um grande transtorno. Além das perdas materiais e do abalo psicológico, informações valiosas foram perdidas de uma viagem de negócios de 15 dias pela Europa”, explica.
Um olho na mala e outro no notebook

Para Cavalheiro, o executivo que passa muito tempo em um aeroporto deve seguir algumas regras básicas para não sofrer com furto ou roubo. Confira abaixo: 
  • Em aeroportos e hotéis, traga sempre próximo a si suas bagagens.
  • Não deixe à mostra notebook, celular, câmera digital, entre outros.
  • Atenção ao utilizar aparelhos eletrônicos. Fique atento a quem está ao redor.
  • Evite falar ao celular assuntos relacionados aos seus próximos passos ou destino, poderá despertar interesse de quem está ao se redor.
  • No trajeto aeroporto-hotel/hotel-aeroporto, procure desembarcar dentro do estacionamento.
  • Leve uma pequena quantia de dinheiro para eventuais despesas.
  • Leve consigo todos os seus contatos para possíveis emergências.
  • Cuidado com o pedido de orientação de pessoas estranhas. Jamais as acompanhe, nem mesmo dentro do próprio aeroporto.
  • Prefira contratar um serviço de transfer. O valor é semelhante ao do táxi, mas você sabe qual a empresa e o motorista que fará seu transporte.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host