UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/06/2010 - 10h52

No departamento jurídico, ambiente de trabalho é fator decisivo para retenção

SÃO PAULO – A remuneração é importante para permanecer em um emprego, mas o ambiente de trabalho tem crescido entre os fatores decisivos aos talentos que atuam no departamento jurídico das empresas.

A conclusão é de pesquisa realizada com cerca de 120 empresas pelo FDJUR (Fórum de Departamentos Jurídicos), que ouviu profissionais do departamento jurídico (advogados, assessores, coordenadores, gerentes e diretores) e de empresas de grande porte.

“A remuneração deve estar de acordo com o mercado, mas não é fator decisivo. Se não houver uma política de retenção, o profissional sairá assim que receber uma proposta melhor”, diz o diretor presidente do FDJUR, José Nilton Cardoso de Alcantara. “O segredo é saber conjugar os vários critérios para reter e atrair os melhores profissionais”.

O bom ambiente de trabalho A pesquisa revelou que o bom ambiente de trabalho é importante fator de retenção para advogados, assessores, coordenadores e gerentes. “Qualidade de vida inclui, necessariamente, o âmbito profissional, até porque dedicamos a maior parte do nosso dia ao trabalho”, afirma Alcantara.

Já os diretores privilegiam bônus e premiações antes do ambiente corporativo. “A partir de uma determinada posição, torna-se mais difícil obter promoções. Assim, esses profissionais tendem a assumir grandes desafios ambicionando melhorar seus bônus e premiações”.

Ao final da lista, aparecem os itens segurança e estabilidade no emprego. “Os profissionais da área jurídica têm a percepção de que, hoje em dia, o mercado é mais volátil e competitivo, portanto, o que garante sua posição é a entrega de resultados”.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host