UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/08/2010 - 13h58

Currículos: saiba o que colocar no campo atividades extras

SÃO PAULO – Trabalhos voluntários, participação em centro acadêmico ou grêmio estudantil, intercâmbio, cursos extracurriculares. Na hora de preparar um currículo, todas as atividades citadas podem ajudar o candidato, sobretudo se ele tem pouca experiência no mercado de trabalho. Entretanto, qual o lugar mais adequado para colocá-las?

De acordo com a gerente da Foco Talento, Renata Schmidt, cursos extracurriculares, bem como a realização de trabalhos voluntários, por exemplo, devem ser destacados na área reservada às Atividades Extras, em um currículo.

Entretanto, explica ela, o candidato deve ter cuidado com o que irá colocar, ressaltando apenas as atividades que sejam relevantes para a área em que pretende atuar. “As pessoas devem ter discernimento e colocar apenas atividades que sejam relevantes para a vaga que está disputando. Além disso, não é bom colocar muita coisa, pois, no mundo corporativo, tempo é dinheiro e quanto mais objetivo, melhor”, diz.

A consultora de RH (Recursos Humanos) da Catho Online, Daniella Correa, concorda e completa: "É importante destacar que só é indicado inserir estas informações se elas forem, de fato, um diferencial competitivo".

Dispondo as informações

Na hora de dispor as informações, orienta Renata, o ideal é que as pessoas coloquem os cursos em ordem cronológica.

No caso de atividades complementares, como participação em empresa júnior, centro acadêmico, trabalho voluntário, entre outros, a especialista alerta que as pessoas só devem mencioná-las se puderem comprovar, por meio de certificados ou cartas.

Já Daniella diz que o mais indicado é que tais informações sejam colocadas de maneira objetiva e ao final do currículo, de preferência em tópicos, sendo que, se possível, vale a inserção de campos mais específicos, com nomenclaturas separadas, como "Vivência Internacional", "Formação Complementar" e "Trabalhos Voluntários".

Outras dicas

De modo geral, para que um currículo seja bem-sucedido, é preciso que ele seja claro, objetivo e não contenha erros de português. Abaixo, algumas dicas sobre os outros campos constantes em um currículo, elaboradas pela gerente de Treinamento do Nube, Carmen Alonso:

  • Dados Pessoais - Coloque seus dados pessoais no início do currículo para facilitar sua identificação. Não é necessário colocar número de documentos ou referências pessoais, a não ser que a empresa solicite;
  • Objetivo - Indique somente uma área de interesse. Se houver mais de uma, faça mais de um currículo com objetivos diferentes;
  •  Qualificações - Destaque no máximo quatro qualificações adquiridas em experiências de trabalho. Outras habilidades poderão ser mostradas durante o processo seletivo;
  • Formação Acadêmica - Ordene sua atual ou última graduação para a primeira. Obedeça a ordem: curso, instituição de ensino, ano de conclusão ou ano de início e término. O nível técnico ou ensino médio devem ser colocados apenas quando forem relacionados à formação atual ou à área de interesse;
  • Experiências Profissionais - Coloque o nome da empresa e o período em que trabalhou. Informações sobre a empresa mostram que você se preocupou em informar quem analisa o currículo;
  • Idiomas - Especifique qual o nível de fluência. Experiências de intercâmbio são valorizadas, portanto, se houver, coloque-as.
Hospedagem: UOL Host