UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/08/2010 - 10h55

Como não queimar o filme com o chefe em apenas 140 caracteres?

SÃO PAULO - Quem iria imaginar que palavras como "seguidores", "@fulano" ou "#ashtag" seriam usadas no âmbito profissional. Sim, o Twitter tem despertado cada vez mais nos usuários o desejo de se comunicarem com o mundo todo, ultrapassando qualquer tipo de fronteira. O saldo dessa aventura: mais de 105 milhões de usuários globais, segundo informações de seus próprios criadores, os norte-americanos Biz Stone e Evan Williams.

Por força de status, o número de "tuitadas" criativas, utilizadas como forma de atrair perfis, cresce de forma exacerbada na rede. Desde piadas até informações prestativas são publicadas na página, o que, por um lado, pode trazer problemas para seus usuários, principalmente para aqueles funcionários chegados a uma "comunicação desenfreada".

De acordo com a professora da FGV (Fundação Getulio Vargas), Daniela do Lago, o segredo para o bom uso do microblog pelos profissionais é adotar uma postura adequada aos padrões da empresa e abusar do bom senso.

Quem "retuita"...

Segundo a especialista, quem seguir as dez dicas abaixo pode ser poupado de sofrer muitas dores de cabeça com o amigo virtual. Lembre-se: cada postagem sua pode ser vista por milhares de pessoas.

  • O Twitter é ambiente público - O Twitter é uma ferramenta veloz e tem largo alcance. Por isso, pense bem antes de postar uma mensagem. O que se "tuita" ganha grande visibilidade e a repercussão é sempre amplificada. Estamos expostos tanto para admiração como para críticas: lembre-se disso.
  • Opiniões fortes sobre assuntos polêmicos - No Twitter, são naturais as discussões de ideias. É sempre bom, no entanto, tomar cuidado com comentários sobre temas polêmicos – como religião e política. Cada ser humano tem seus valores e uma opinião extremada pode ferir os valores de alguém. Cuidado com as animosidades desnecessárias.
  • Cuidado para não ser mal interpretado - Evite muitas abreviações. Apesar de permitir apenas 140 toques, não é necessário espremer tudo em uma mensagem. Sempre considere o que os demais irão entender. Escrever para si não funciona e pode gerar muitos conflitos. Evite ser mal interpretado.
  • Fofoca que sufoca - A fofoca nunca é recomendada. Um fofoqueiro dificilmente será promovido por não ser bem visto pelos demais. Não fale de ninguém. Ninguém ganha pontos ao ficar depreciando uma pessoa. Você acaba sendo visto como aquele que vive falando mal dos outros, e prejudica a própria imagem.
  • Cuidado com os desabafos - O Twitter pode ser usado como um canal pelo qual os profissionais desabafam de modo informal sobre acontecimentos da empresa. Um desabafo pode ser mal interpretado por um colega e, no futuro, ser usado contra aquele que desabafou.
  • Pense bem antes de escrever informações da empresa - Fique atento - às vezes, uma informação simples para você pode causar sérios prejuízos à empresa. "A executiva de uma grande indústria de beleza me confidenciou um caso interessante: ela possui Twitter e "segue" vários profissionais de empresas concorrentes. Certa vez, um comentário de uma dessas pessoas lhe chamou a atenção. De acordo com ela, a concorrente afirmava estar, naquele momento, em um órgão do governo para conseguir autorização de venda de um novo produto. Sabendo disso, a executiva agilizou o processo interno de sua empresa e antecipou o lançamento de um produto similar antes que a concorrência obtivesse tal licença. Sem essa informação, talvez isso não ocorresse", contou Daniela. 
  • Foque em informações gerais - Evite escrever informações precisas sobre o que está fazendo. Dependendo da profissão, isso pode gerar problemas. Profissionais que trabalham em casa, por exemplo, perdem a credibilidade se disserem que dormiram até mais tarde ou foram passear.
  • Excesso de exposição - Tenha cuidado ao exibir fotos na web. Nem todas as imagens da última festa na empresa devem ter link no seu Twitter, afinal, alguém pode ver e não gostar (um futuro empregador, por exemplo). Além disso, as pessoas que estão na foto também podem não querer ver suas fotos publicadas na web. 
  • Não fale mal do próprio emprego - Não se deve falar mal da empresa na internet em hipótese alguma, atitude que acarreta perda de respeito e confiança das pessoas com quem se está interagindo. Claro que um comentário ocasional não vai provocar grandes estresses. Mesmo assim, fique atento. Se não conseguir se "conter", pense e procure escrever frases muito abertas de forma que ninguém possa ligar os fatos à empresa. 
  •  Não ligue para seus críticos - Estamos expostos no Twitter, tanto para admiração quanto para críticas. Os críticos fazem parte da vida, algo que todos temos de encarar. A única maneira de evitar críticas é vivendo isoladamente – o que, definitivamente, não ocorre ao se usar o Twitter. Lembre-se, o comentário que seus seguidores adoram pode irritar outras pessoas e, por mais que tentemos evitar, sempre haverá alguém para nos criticar.
Hospedagem: UOL Host