UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/08/2010 - 13h52

Jovem: saiba se é melhor começar em uma empresa pequena ou grande

SÃO PAULO – Os profissionais em início de carreira podem ter dúvidas em relação à qual é a melhor empresa para trabalhar: a pequena ou a grande. A gerente de Orientação de Carreira da Cia de Talentos, Bruna Dias, afirma que não existe resposta certa para esse questionamento.

Antes de tomar qualquer decisão, é indicado que a pessoa faça uma avaliação dos pós e contras do porte das empresas, além de definir qual é seu objetivo de carreira.

“O profissional sempre deve avaliar a vaga e entender qual é o perfil solicitado pela empresa, além de ter bem claro qual a sua perspectiva de carreira”, diz.

Vantagens da pequena

A consultora de Recrutamento e Seleção da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Gisele Andriotti, acrescenta que há vantagens e desvantagens tanto nas empresas maiores como nas menores.

Uma das vantagens de trabalhar em uma empresa pequena é que o profissional terá oportunidade de conhecer de maneira mais ampla os processos, o que pode ser considerado um grande aprendizado para o jovem.

“Esse profissional vai exercer mais funções e ter mais contatos com outras áreas. O contato com o gestor responsável vai ser mais direto, o que pode aumentar a visibilidade”, afirma.

Bruna ressalta também que, nas empresas de menor porte, os profissionais podem arriscar novos processos e sugestões, já que a flexibilidade é maior, ao comparar com uma grande empresa.

Desvantagens da pequena

Sobre as desvantagens das companhias menores, as especialistas apontam que, como nem sempre o papel de cada profissional está bem estabelecido na empresa, o jovem pode ficar um pouco confuso em relação ao seu trabalho.

Além disso, Gisele declara que pode haver um retardamento do crescimento da carreira, já que, como são poucos profissionais na empresa, assumir um novo cargo pode demorar um tempo maior. “Às vezes, é necessário que alguém se aposente, por exemplo”, diz.

Grandes empresas

A principal vantagem de atuar em uma grande empresa é que, como ela tem nome no mercado de trabalho, isso pode facilitar a conquista de outro emprego.

As grandes empresas têm programas de carreira bem estruturados, assim como os processos para desenvolver as atividades. Essas vantagens podem facilitar uma promoção e ajudar no desempenho do trabalho.

Além disso, a faixa de remuneração de um jovem profissional nestas empresas é compatível com a do mercado. “Porém, os profissionais não podem acreditar que somente as grandes empresas pagam um salário maior. Existem empresas menores, como as de médio porte, que pagam a mesma faixa salarial”, afirma Bruna. A especialista acrescenta ainda que as oportunidades nas grandes são mais atrativas devido aos benefícios oferecidos.

Em relação às desvantagens, o profissional que atua em uma grande empresa torna-se especialista em determinado assunto, o que pode ser negativo, caso um dia ele busque um emprego que solicite um profissional generalista.

Transição de empresas

Assim como os profissionais mais experientes, aqueles que estão no começo da carreira podem ter dificuldades ao trocar de emprego.

A pessoa que trabalhou em uma empresa de grande porte, ao atuar em uma empresa pequena, pode encontrar dificuldades com a informalidade dos processos. “O profissional pode ainda ficar inseguro ao tomar alguma decisão, pois na grande empresa ele tinha um respaldo maior”, afirma Gisele.

Já os profissionais que atuaram em pequenas empresas e estão indo trabalhar em uma grande podem ter dificuldade em lidar com a maior pressão, com a entrega de prazos e com o cumprimento de metas.

Hospedagem: UOL Host