UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2010 - 15h55

Levou uma bronca do chefe? Saiba como mudar o comportamento profissional

SÃO PAULO – No mercado de trabalho, existem algumas atitudes que não são bem vistas, como trabalhar de maneira isolada, ser resistente a mudanças, ser desorganizado ou não saber compartilhar as experiências.
Muitos profissionais, apesar de terem consciência disso, procuram mudar de comportamento somente após receber um feedback negativo da empresa ou levar uma bronca do chefe, segundo a consultora associada da Muttare, Roberta Yono Ebina.
Essa mudança também é comum entre aqueles que receberam uma promoção ou assumiram um cargo de liderança. Ter hábitos ruins pode prejudicar a imagem do profissional, o desenvolvimento das atividades, além de interferir nos negócios da empresa.
“É possível trabalhar para mudar o comportamento do profissional. Não é possível mudar os valores e a personalidade da pessoa”, alerta Roberta.
Como começar

A especialista explica que o primeiro passo para mudar alguma característica profissional é estabelecer uma meta. A pessoa deve escrever seus objetivos, incluindo as datas que eles devem ser alcançados, como por exemplo até a próxima avaliação de desempenho. É importante destacar que essas metas têm de ser algo que esteja no alcance do profissional, ou seja, palpáveis.
Após a meta estabelecida, o profissional deve trabalhar com os indicadores que possibilitem que o objetivo seja realizado. No caso de um profissional, por exemplo, que recebeu uma crítica por não cumprimentar os colegas ao chegar no escritório, é indicado que ele trabalhe os fatores que o impeçam de realizar essa ação, como superar a timidez ou o mau humor, ou até mesmo policiar essa falta de hábito.
Sombra do passado

A segunda dica é não deixar o passado interferir na vida atual. “Ficar olhando para trás faz com que a pessoa fique se justificando. Muitos profissionais procuram desculpas. É necessário sair da zona de conforto”, diz Roberta.
Para mudar o comportamento, também é necessário assumir as responsabilidades, por isso nada de culpar os fatores externos, como o chefe, os colegas e a empresa. Roberta explica que nesta situação há duas possibilidades: procurar outro emprego ou trabalhar para melhorar este cenário.
Planejar os resultados

O processo de mudança exige paciência. A consultora afirma que os profissionais devem visualizar todos os dias seu objetivo. Se o processo for longo, é indicado estabelecer etapas para serem cumpridas.
Por fim, a pessoa deve aplicar o conhecimento ao dia a dia. Por isso, se alguma nova atitude foi realizada com sucesso, essa deve ser repetida.
“Esses são os princípios básicos do coaching. O coaching é o processo de capacitação do profissional. É possível fazer esse trabalho sozinho, mas é necessário ter muita disciplina para não esmorecer”, finaliza Roberta.
Hospedagem: UOL Host